A professora do Departamento de Enfermagem e Investigadora do Comprehensive Health Research Centre (CHRC), a arouquense Lara Guedes de Pinho, da Universidade de Évora, foi distinguida com o “Prémio Extraordinário de Doutoramento” na área de enfermagem e saúde, ano letivo de 2020/2021, da Universitat Rovira i Virgili (URV), Tarragona, Espanha.

Este prémio denominado “Prémio Extraordinário de Doutoramento” da URV é atribuído à melhor tese de entre os candidatos que obtiveram menção de cum laude na defesa da tese e que tenham obtido no mínimo uma contribuição científica derivada da tese de doutoramento. O título da tese de Lara Guedes de Pinho foi “Eficácia do Treino Metacognitivo nos delírios, alucinações, insight cognitivo e funcionalidade na esquizofrenia”, tendo a docente 4 artigos científicos publicados em revistas internacionais bastante influentes na área. A autora realizou um estudo controlado randomizado.

A tese “enquadra-se na linha de investigação na área de enfermagem de saúde mental e psiquiatria focando-se na intervenção especializada à pessoa com necessidade de intervenção nos delírios, alucinações, insight cognitivo e funcionalidade. Importa, assim, definir estes conceitos, bem como a patologia que lhes está associada – a Esquizofrenia”, sendo “talvez, a doença mental grave mais enigmática no ramo da psiquiatria sendo fundamental o envolvimento do paciente no seu processo terapêutico”, tal como referiu Lara Guedes de Pinho.

O prémio foi entregue pelo reitor da Universidade Josep Pallarès , no passado dia 23 de novembro, na Universitat Rovira i Virgili (URV).

Fonte e Foto: Universidade de Évora