Este sábado dia 13 de agosto, pelas 21h, o jornalista e cinéfilo César Nóbrega, leva ao CAE de Sever do Vouga o cinema português, no âmbito do ciclo de cinema “Se Puderes Ver, Repara”.

Diogo Morgado, realizador, co-argumentista e co-produtor executivo e Pedro Morgado, co-produtor executivo e co-argumentista, serão os convidades que irão falar do filme “Irregular”.

Apesar de continuarem a haver apostas em clássicos como é o caso de “O Pai Tirano”, no remake que estreou há pouco tempo, existem ainda novos cineastas que querem mostrar que criatividade não falta. Por um lado, com Tiago Guedes, numa categoria mais conservadora, ou até mesmo com Diogo Morgado, para uma vertente mais pop.

Diogo Morgado e o irmão Pedro Morgado sugerem um thriller de ação, depois de uma comédia e de um filme de ficção científica, sendo que esta será uma jornada psicológica emocionalmente forte. 

Trata-se de um filme que pode parecer norte-americano inicialmente, em que uma família é raptada, no entanto nem tudo é o que parece. Acontecerão voltas e reviravoltas carregadas de mensagens imprevisíveis. Tornando-se “Irregular” num bom filme.

O filme conta a história de Gabriel, que é um homem de família e feliz, no entanto, tudo muda quando um dia vê a filha a ser raptada e como não bastasse, quando chega a casa percebe que a mulher foi também sequestrada. No lugar delas estão agora uma mulher e uma criança que nunca viu e torna-se num homem no limite de perder aquilo que mais ama na vida. Cada vez são menos as hipóteses de encontrar a família e descobrir o que realmente se passou.

O filme de ficção “Irregular” realizado por Diogo Morgado, torna-se na sua terceira longa-metragem como realizador. Pedro Teixeira é o protagonista do filme.