A Câmara Municipal de Vale de Cambra aprovou na sua reunião de 16 de junho de 2022 os apoios a atribuir no âmbito da Ação Social Escolar para o próximo ano letivo (2022-2023), com um investimento na ordem dos 75 mil euros, que abrange cerca de 2500 alunos.

São medidas que refletem o investimento que a Autarquia tem vindo a fazer nos apoios aos alunos que frequentam as escolas do concelho e que pretende, ano após ano, reforçar e consolidar.

Apostando claramente na Educação de qualidade para todos, a Câmara Municipal de Vale de Cambra reforça a aposta na Ação Social Escolar para o próximo ano letivo, fazendo um esforço para acompanhar as exigências e as próprias dificuldades económicas que as famílias atravessam no atual contexto nacional e mundial.

“O objetivo destas medidas é garantir que qualquer aluno tenha as ferramentas que permitam um percurso escolar positivo e inclusivo”, destaca a Vereadora da Educação, Mónica Seixas, que explica ainda que “a grande novidade este ano é o carregamento de 25 euros em cartão do aluno para a aquisição de material escolar na papelaria do Agrupamento para os alunos do 10º ao 12º ano, pois anteriormente só as crianças e jovens do 5º ao 9.º ano de escolaridade podiam usufruir desse benefício”.

Para o ano letivo de 2022-2023 destacam-se as seguintes medidas, já aprovadas por unanimidade pela Câmara Municipal:

-Oferta de kits de material escolar a todos os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico e oferta de Fichas de Trabalho a todos os alunos do 1º ciclo (Todos estes materiais serão entregues aos alunos no 1º dia de aulas);

-Disponibilização de 10€ por aluno do 1º ciclo dos escalões A e B destinado a visitas de estudo (verba a transferir para o Agrupamento de Escolas);

-Carregamento de 25€ em cartão do aluno para a aquisição de material escolar na papelaria do Agrupamento. Este apoio abrangerá todos os alunos desde o 5º ano e até ao 12º ano de escolaridade (Verba a transferir para o Agrupamento de Escolas);

Num contexto de transferência de competências na área da Educação para a autarquia, ao qual se associa um aumento das responsabilidades financeiras no processo, a Câmara Municipal referiu em comunicado de imprensa, que assume este apoio na ordem dos 75 mil euros, como um investimento acrescido ao que foi feito no ano passado e que pretende atender a toda a comunidade de alunos, desde o pré-escolar ao ensino secundário.

Neste bolo não estão contempladas as medidas de apoio subjacentes à gratuitidade dos transportes escolares dos alunos (desde o início do ensino básico até à conclusão do ensino secundário) e às bolsas de alunos do ensino secundário ao superior.