Médio centro de 28 anos, avança para o Hapoel Haifa em Israel depois de 2 anos no FC Arouca. 

O jogador assinou contrato até 2024 e garante que a experiência que teve no Arouca foi muito boa e que nos 2 anos que fez parte do clube conseguiram “a subida à I Liga e a manutenção que são objetivos muito bons para a realidade do clube”, refere ao Discurso Directo.

Encara esta nova etapa com entusiasmo, mas recorda os amigos que deixa no clube, estando a torcer pelo sucesso de cada um.

Para além disso, vê esta nova experiência como uma forma de sair da zona de conforto e também voltar a desafiar-se, tendo “muita vontade de triunfar” e de trabalhar para que isso aconteça.

Neste momento, o seu maior objetivo é estar feliz e acredita que pode ser no novo clube, passando por ser mais uma jornada na sua vida que o deixará novamente orgulhoso.

Sendo natural de Castelo de Paiva e começando com 6 anos no paivense, no futuro deseja acabar a carreira onde começou. Passou já pelo F.C.Porto, Académica, Paços de Ferreira, AEL Limassol, Arouca e agora Hapoel Haifa, sendo o objetivo “voltar ao Paivense num futuro não muito distante”. 

Além disso, quando acabar a carreira deseja abrir um negócio com a esposa e acompanhar mais de perto o crescimento dos filhos. Por agora, o foco encontra-se totalmente na nova equipa que acredita que lhe trará novas aprendizagens.

Foto: Mais Futebol