O ENTRAI-Encontro de Teatro Amador de Vale de Cambra iniciou e teve “casa cheia” para assistir à “Revolta da 3ª Idade” pela APDC, Associação de São Pedro de Castelões, Vale de Cambra, no passado dia 29 de abril. Esta é já a décima edição do evento que reúne amantes do teatro e da arte de toda a região. Associações GCRR e ACD da Lavadeira também já demonstraram as suas peças, no passado fim de semana.

O evento é organizado pelo Município de Vale de Cambra, e dura até ao fim do mês de maio, (em anexo pode visualizar-se algumas fotos das atuações).

Recorde-se que para os dez anos do Encontro de Teatro Amador, a Câmara Municipal de Vale de Cambra preparou um programa “especial”. Para além dos dez espetáculos, o evento percorre o concelho e é levado à cena em diferentes freguesias, dando a oportunidade não só aos grupos locais, mas também a grupos de teatro amador de diversos pontos do país, desde Braga ou Santa Maria da Feira de se mostrarem. Esta medida pretende não só descentralizar a oferta cultural, tornando-a mais acessível a quem está mais distante das zonas urbanas, mas também assinalar a efeméride de um evento que reúne centenas de amantes de Teatro.

Assim, no passado dia 7 de maio o evento esteve também no auditório da ACR, na freguesia de São Pedro de Castelões com a peça “Quer vir Sorrir”, protagonizada pelo grupo de teatro da ACD da Lavadeira, de S. João de Ver, do concelho de Santa Maria da Feira. Este foi o segundo espetáculo do ENTRAI.

Já no dia 8 de maio, às 16h00, no Parque Recreativo e Cultural de Santo António de Merlães -Cepelos (junto ao Coreto), o GCRR-Grupo Cultural Recreativo de Rossas, de Arouca, protagonizou o espetáculo “Um Fantasma chamado Isabel”. A peça fala-nos sobre os irmãos Pimentel que vivem na mesma habitação onde reinam pequenas e grandes mentiras, que criam episódios hilariantes, observados de perto pela criada lá de casa.

“O domingo foi assim de muitas gargalhadas e de bom espetáculo no Parque Recreativo e Cultural de Santo António de Merlães”, afirmou o Município Cambrense.

O acesso aos espetáculos foi limitado à lotação dos espaços, e os bilhetes foram gratuitos para crianças até aos 12 anos de idade. O Encontro de Teatro Amador tem ainda um passaporte para todas as sessões que, que totalmente preenchido, dará acesso a uma surpresa, e pode ser levantado nos locais dos espetáculos e outros serviços municipais.

No próximo dia 13 de maio o evento continua com a peça “A Guerra do Tabuleiro de Xadrez”, pela @Associação dos Amigos da Pontemieiro, do concelho de Vale de Cambra. O espetáculo vai decorrer na Junta de Freguesia de Arões, pelas 21h30, (crianças até 12 anos não pagam bilhete).

Por sua vez, a 15 de maio, pelas 16h, sobe ao palco do Centro Cultural de Macieira de Cambra, a peça “O Mundo dos Porquês”, para maiores de 3 anos de idade, pelo @flordealdriz de Santa Maria da Feira. Segundo a organização, “o 10.º Encontro de Teatro Amador também é para as crianças, para as famílias, para todos os que queiram fazer parte desta edição especial”.

O ENTRAI é um evento organizado pela Câmara Municipal de Vale de Cambra com o apoio da Fundação Inatel.