A autarquia de Arouca vai antecipar o pagamento dos incentivos à criação de gado de raça arouquesa. De relembrar que a candidatura por parte dos produtores vai decorrer até dia 13 de maio. Em reunião de câmara foi ainda aprovada um aumento do incentivo anual à produção de gado bovino desta raça autóctone, num aumento previsto de investimento que ronda aproximadamente os 17 mil euros.

Esta medida foi tomada após a visita do executivo aos produtores de gado locais, onde a presidente e os vereadores ouviram as preocupações dos trabalhadores do setor pecuário que tiveram, nos últimos tempos, os seus rendimentos reduzidos face ao aumento dos fatores de produção, espelhados na escalada de preços de adubos, rações e combustíveis. Com esta medida o município tem como objetivo reverter a tendência de decréscimo do número de cabeças de gado, que tem ocorrido nos últimos anos.

“Antecipar o pagamento deste apoio municipal à criação de gado arouquês, numa fase tão difícil para a continuidade da atividade de muitos dos produtores de gado, em Arouca, é uma garantia de que a tradição de criação de arouquês – tão diferente de outras espécies, tanto ao nível da sua alimentação como da sua carne – não se perde no nosso território, em especial nas aldeias serranas de Arouca”, referiu Margarida Belém presidente da autarquia.

No fundo este é um aumento ao incentivo anual, que se destina à primeira dezena de cabeças de gado de cada produtor, atribuindo a cada um dos animais a verba de 130€. Os restantes apoios mantêm-se nos 50 € por bovino (da 11ª à 20ª), e 30€ por bovino para os restantes animais.