José Rocha valorizou componente rural do certame e Carlos Rocha realçou oportunidade de negócio para produtores locais

Voltou a ser um êxito a 12ª Mostra de Vinhos & Produtos Rurais de Real, um certame local que, no fim de semana de 9 e 10 de abril, teve lugar no espaço do Largo do Adro, junto à Igreja Matriz, registando a visita de milhares de pessoas. O evento continua a despertar grande entusiasmo e a potenciar oportunidades de negócio, para além de uma divulgação mais ampla das potencialidades desta freguesia rural, daí que, pela sua importância e mais valia para o concelho, tenha continuidade garantida, conforme assegurou durante a sua visita, em jeito de balanço, o presidente da Junta de Freguesia de Real, Carlos Rocha.

O certame promovido pela Junta e Assembleia de Freguesia de Real, com o apoio da Câmara Municipal de Castelo de Paiva, contou com uma boa meteorologia, e voltou a ter boa afluência de visitantes,  nomeadamente no domingo, contribuindo para isso, a qualidade e a diversidade dos expositores, bem como a animação musical propícia ao animado convívio e a uma salutar confraternização, além da degustação dos sabores tradicionais e dos bons vinhos da freguesia, que voltaram a cativar apreciadores, com destaque para caravanistas e até emigrantes, em tempo de férias da Páscoa.

Na cerimónia de abertura, onde marcaram presença autarcas da Câmara e Assembleia Municipal, Juntas de Freguesia e dirigentes associativos, o autarca local Carlos Rocha evidenciou a sua satisfação ao afirmar que após dois anos de Pandemia é de louvar ainda ser possível continuar a apresentar uma mostra valorizada, “com o empenho de todos os expositores”, mostra esta que segundo o autarca retrata as potencialidades da freguesia de Real, realçando ainda a necessidade de se continuar a promover aquilo que a freguesia tem de bom.  Carlos Rocha, de seguida, orientou um agradecimento especial para todos os expositores que continuam a assegurar presença no certame, ao mesmo tempo que, sublinhou o envolvimento da Câmara Municipal e a empenhada colaboração que esta sempre presta a esta atividade marcante da freguesia de Real.

Após deixar uma palavra de apreço aos expositores, com especial enfoque aos produtores locais, considerando que são estes eventos que estimulam os lavradores a melhorar e a rentabilizar a agricultura, o presidente da Junta de Freguesia de Real evidenciou satisfação pelo facto da freguesia estar a contribuir, de forma cada vez mais positiva, para a boa fama dos vinhos verdes de Castelo de Paiva. O mesmo garantiu ainda que, esta Mostra de Vinhos e Produtos Rurais é uma atividade que já está consolidada e merece ter continuidade, até porque, além de ajudar a dinamizar a economia local, possibilitando escoar a produção, acaba por se traduzir num excelente contributo para prestigiar e dar a conhecer a freguesia, o seu artesanato e as suas potencialidades em vários sectores de atividade. O autarca ainda realçou a aposta feita em matéria de animação musical, procurando cativar quem procura bons momentos de diversão num certame que “cativa cada vez mais”. 

Almiro Moreira, presidente da Assembleia Municipal, realçando a importância e o interesse económico destas iniciativas, deixou uma palavra de saudação à organização e expositores, referindo o gosto de voltar as ver pessoas entusiasmadas com estas dinâmicas locais e com vontade de conviver e voltar à normalidade.

Numa intervenção, em que se congratulou com a iniciativa e que manifestou o seu apreço a este tipo de organizações, o presidente da CM de Castelo de Paiva enalteceu a capacidade de trabalho e resiliência dos autarcas locais, que continuam a fazer muito com poucos recursos, realçando que, é com ações deste nível que se potenciam oportunidades de negócio e se mostram as verdadeiras potencialidades de uma terra, aos mais diversos níveis.  Elogiou o trabalho realizado pela organização, a vontade e a coragem dos expositores presentes, no regresso deste certame de afirmação dos produtos locais, que voltou a registar bom nível de adesão, uma atividade importante que deve ser vista como uma mais valia para a freguesia e para a sua gente.

Para além de vários produtores locais de bom vinho verde, com a participação de diversas quintas da freguesia, esta XII Mostra de Real voltou ter em destaque a participação do Centro Social de Real, das coletividades da freguesia, comissões de festas, da restauração, da doçaria regional, do fumeiro e do artesanato local, entre outros participantes, não faltando a animação musical nos dois dias do certame, com bailes populares, destacando-se a participação da escola de música local, entre muita animação de rua, com grupos de bombos e concertinas.

Assim, na tarde de Sábado, registou-se a presença do Grupo de Bombos de Galegos com gigantones na cerimónia de abertura, bem como participação teatral da dupla Tia Micas e Sr. Soares, para além da presença do Grupo de Dança “Fitness de Real”, sendo que à noite, a animação musical esteve a cargo de Paulo Soares e da participação do DJ Ricardo Ramalho. No Domingo, o certame contou com a exibição das Camponesas de Real, do animado bailarico com o grupo musical Duo Som Baile, de Arouca, e do Grupo de Concertinas Diatónicos, que atuaram alternadamente até ao encerramento do evento.

Foto: MCP