Para promover a manutenção de espaços verdes e a segurança, e depois de avaliar o estado fitossanitário das árvores situadas na zona central, a Câmara Municipal de Vale de Cambra concluiu que a árvore localizada no início da Avenida Camilo Castelo Branco, em frente ao edifício Municipal, apresentava fortes sinais de degradação. Desta forma, para evitar perigo na via pública, colocando pessoas e bens em risco, os serviços municipais procederam à extração da mesma, acabando, de seguida, por plantar outra árvore da espécie Acer.

“Estas medidas revestem-se da maior importância para a manutenção e prevenção da segurança de toda a comunidade. De realçar que a autarquia providenciou a plantação de uma árvore no mesmo local, optando por uma espécie autóctone”, destacou a edilidade.