Esta vitória assume-se crucial para a equipa de Rui Alexandre Rocha

O encontro da 1º divisão, entre UD Mansores e AD Rui Dolores ocorreu, ontem, no Estádio das Relvas, a contar para a 20ª jornada, partida esta que as espectativas tinham como acessível, no entanto, o cenário foi outro.

Após a expulsão de Cristiano Santos, aos 26 minutos, tudo o que o Mansores havia planeado saiu ao contrário, tendo a equipa de se esfoçar duas vezes mais para manter a vantagem, e só depois tentar aumentá-la. Vantagem esta conseguida pela certeira concretização de Vila Cova, ao minuto 6.

Apesar de se crer acessível, este também era um jogo decisivo para o Mansores consolidar pontuação que lhe permitisse a subida de divisão, e para a formação AD Rui Dolores, que estava em luta pela manutenção. Todas estas ambições colidiram em muita pressão que não facilitou de todo a tarefa para a equipa de Arouca.

Neste seguimento, após várias oportunidades desperdiçadas, na primeira parte, e uma arbitragem muita contestada, devido a lances de presumível penálti, aos minutos 62`e 75`, Rui Alexandre Rocha, treinador do UD Mansores, foi expulso, 88`, devido a protestos.

Antes disso Eric faz o 1-1 para o AD Rui Dolores.

Pressão sem cedência

Apesar de a equipa adversária ser, ao que tudo indicava, acessível a verdade é que o Mansores teve de dar o “peito às balas” para não sofrer na segunda parte, mesmo quando ambas as equipas estavam reduzidas a 10 elementos, quando um elemento da equipa adversário foi expulso por acumulação de amarelos.

No entanto, quem espera sempre alcança e Fábio Rosas, sem pedir licença, fez o que os muitos corações presentes nos Estádios das relvadas esperavam, consumar a vitória no período complementar.

Está tudo em aberto quanto à definição dos dois primeiros lugares, e, consequente, passagem de divisão, uma vez que a duas jornadas do fim da prova o “trio da frente da zona Norte” composto por UD Mansores, ADC Lobão e Lusitânia de Lourosa FC B-, também venceu.

A 3 de abril a formação de Arouca vai jogar com o ADC Lobão ao Estádio São Tiago.

11 inicial: Rafa; Sérgio Nel; Marco; Nuno Gomes; Fábio Rosas; Rui Pedro; José Guimarães; Vila Cova; Cristiano Santos; Gui Valente e Zé Manel;

Suplentes: Ruben Matos; Mateus Souza; Serginho; Toninho Teixeira; Leandro Silva e Tucka;

Treinador: Rui Alexandre Rocha

Ao intervalo: 1-0

Marcador: 1-0 (Vila Cova, 6); 1-1 (Erik, 70); 2-1 (Fábio Rosas, 90+5).

Texto: Ana Castro

Fotos: Pedro Noites