No próximo dia 5 de março, durante a manhã, o “Futuro-Projeto das 100.000 árvores” vai estar em Vale de Cambra para plantar árvores nativas na aldeia de Felgueira, em plena Serra da Freita.

“Foi nesta serra que foi plantada a árvore 100.000, um belo sobreiro produzido no Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO. Será um retorno aguardado, 3 anos depois da última ação, para continuar a aumentar o bosque nativo da região,” referiu a organização do projeto.

De igual maneira “A Subida mais Longa”, dentro da mesma iniciativa, vai plantar uma árvore no Km 19, entre as 9h00 e as 19h00 na localização que aqui facultamos: https://goo.gl/maps/4o9QGbXJWPkUfd6k7 .

As inscrições são obrigatórias “(após a sua inscrição confirmada, enviaremos recomendações, coordenadas geográficas exatas e outras informações úteis para o seu e-mail.)”, adiantou a organização na sua página de Facebook.

O transporte é da responsabilidade do voluntário.

Esta ação, desenvolvida no âmbito do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto, é organizada pela Câmara Municipal de Vale de Cambra e o CRE.Porto. O CRE.Porto é uma rede de educação-ação para a sustentabilidade liderada pela Universidade Católica Portuguesa e pela Área Metropolitana do Porto. As árvores e arbustos (todos nativos) são provenientes do Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO.

Foto: Vale dos Duros