No passado dia 19 de fevereiro de 2022, em reunião da Assembleia de Secção do PSD de Vale de Cambra, a Comissão Política de Secção (CPS) expôs um conjunto de comportamentos dos militantes João Carvalho e Silva, Rosária Tavares e Daniel Barbosa, que segundo a mesma entidade configuram um quadro de “total subversão dos princípios estatutários definidos, nomeadamente, comportamentos de total desrespeito, deslealdade, violação de princípios de boa-fé e, não menos importante, de violação dos estatutos do Partido Social Democrata.”

Segundo a CPS os estatutos desrespeitados foram:

Artigo 7º (Deveres dos Militantes):

Ponto 1. “f) Ser leal ao Programa, Estatutos e diretrizes do Partido, bem como aos seus Regulamentos;”

Ponto 2. “Os Deputados e os eleitos em listas do Partido para as Assembleias das Autarquias comprometem-se a conformar os seus votos no sentido decidido pelo Grupo que integram, de acordo com as orientações políticas gerais fixadas pela Comissão Política competente, salvo prévia autorização de dispensa de disciplina de voto, por reserva de consciência, nos termos do Regulamento desse Grupo.”

Artigo 56º (Competência):

o Ponto 2. “Compete à Comissão Política de Secção: a) Estabelecer os objetivos, os critérios e as formas de atuação do Partido tendo em conta a estratégia política aprovada nos órgãos de escalão superior e na Assembleia de Secção e definir a posição do Partido perante os problemas concretos do respetivo âmbito;”.

Devido à gravidade do exposto, a Assembleia de Secção do PSD deliberou, por maioria (apenas 1 voto contra), aprovar a proposta da Comissão Política de Secção, de retirar a confiança Política aos militantes: -João Carvalho da Silva (na Assembleia Municipal de Vale de Cambra), -Rosária Tavares (na Assembleia Municipal de Vale de Cambra e na Assembleia de Freguesia de Macieira de Cambra) e de -Daniel Barbosa (na Assembleia Municipal de Vale de Cambra).

A partir desta data, os referidos militantes deixaram de poder representar o PPD/PSD de Vale de Cambra, em qualquer circunstância ou órgão autárquico.

Fonte: A Comissão Política de Secção do PSD de Vale de Cambra