Filipe Teles Presidente da Junta de Alvarenga já foi notificado e afirmou que vai realizar as diligências necessárias para esclarecer a situação

Segundo noticiou o Jornal Paivense, no passado dia 10 de janeiro (segunda-feira), e como estava evidente em uma das fotos partilhadas por este órgão de comunicação, três indivíduos durante o fim de semana de 8 e 9 de janeiro, retiraram alegadamente vários seixos (pedras) das margens do Rio Paiva.

Uma testemunha ouvida pelo DD, e que se encontrava a passar o fim de semana na aldeia da paradinha referiu mesmo que “escutei o barulho de pedras a serem recolhidas para o trator durante todo o fim de semana”.

De frisar que as várias entidades responsáveis e que foram questionadas sobre a legalidade deste ato, ainda não conseguiram precisar, até ao momento, se este é legal ou não.

Contactado pelo DD, Luís Filipe Teles presidente da Junta de Alvarenga, referiu que apesar de não se encontrar em Portugal está a fazer todos os possíveis para identificar e notificar os suspeitos para impedir que repitam com este ato. “Pedi para irem lá ver o que estava a acontecer, e contactei por email o vereador Albino que referiu que estava a averiguar. Já tomei conhecimento desta situação na segunda-feira)”, reforçou o presidente da Junta.

De notar que a Aldeia de Paradinha, e a área adjacente, está dentro do Território Arouca Geopark e da Rede Natura 2000.

Fonte: Jornal Paivense

Fotos: Jornal Paivense