Com objetivo de sensibilizar a comunidade escolar para a questão do daltonismo e efetuar rastreios junto de alunos do 4.º ano do 1.º ciclo de todo o concelho, a Câmara Municipal de Arouca associou-se ao ColorADD, ao retomar o programa “ColorADD nas Escolas”. A campanha decorre até 13 de janeiro.

Globalmente, estima-se que 10% dos homens e 0,5% das mulheres sofram de daltonismo, uma perturbação na visão, sem cura, que impede a diferenciação de todas ou algumas cores. Apesar dos constrangimentos diários vivenciados, nem sempre é feito um disgnóstico técnico a quem vive com esta limitação. Para inverter o contexto, esta campanha visa, não só a promoção de uma melhor compreensão deste fenómeno, como, ao mesmo tempo, promover a realização de um rastreio junto da comunidade escolar. Nele, as crianças aprendem ainda a identificar as cores através dos símbolos convencionados pelo código ColorADD – o Alfabeto das Cores.

Já em contexto lúdico, as crianças foram desafiadas a pintar desenhos com as cores corretas, usando óculos que simulam a visão daltónica e recorrendo a estojos de lápis de cor inclusivos, desenvolvidos para identificação gráfica das cores.

No arranque da iniciativa, a vereadora da educação, Cláudia Oliveira, marcou presença, tomando parte da ação onde foram distribuídos kits aos alunos participantes, compostos por um conjunto de lápis de cor e uma sebenta alusivos ao ColorADD. Aos estabelecimentos de ensino foram, ainda, facultados materiais didáticos, em formato digital, para que os docentes possam, futuramente, vir a aplicar em atividades no contexto escolar.

“Para o Município de Arouca a integração e bem-estar das nossas crianças é de extrema importância. Por isso, voltar a associarmo-nos a esta campanha nacional, após um ano de paragem pelos constrangimentos pandémicos, aconteceu com naturalidade”, evidenciou Cláudia Oliveira, ressalvando que “a mais-valia desta ação é bem visível no terreno, com o diagnóstico a acontecer nas nossas crianças, ao mesmo tempo que se normaliza esta limitação junto dos seus pares, deixando-as mais preparadas para aceitar a diferença”.

A Câmara Municipal de Arouca aderiu a este programa no ano letivo 2019/2020, numa ação de continuidade realizada a alunos do 4.º ano de todas as escolas do concelho. Com o apoio das óticas Lojas da Visão e MultiÓpticas de Arouca foram, até à data, efetuados rastreios a 441 alunos arouquenses.

O programa “ColorADD nas Escolas” é um projeto do Portugal Inovação Social, com apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, cofinanciado pelo PO ISE – Programa Operacional para a Inclusão Social e Emprego, no âmbito do Portugal 2020. É dinamizado, desde 2014, pela ColorADD.Social, uma associação sem fins lucrativos que se dedica à promoção da integração social de pessoas com dificuldade na identificação de cores.

CMA