Vítor Carvalho é o mandatário concelhio da candidatura de Rui Rio em Arouca, nas eleições legislativas de 30 de Janeiro.

O actual vereador na autarquia – em regime de não permanência – defende que, neste momento, o líder nacional do PSD é o primeiro-ministro que o país necessita para recuperar “o tempo perdido”, num período conturbado em que vivemos.

Rui Rio é, sem sombra de dúvidas, a pessoa mais bem preparada para governar Portugal, ainda por cima, quando estamos a sair de uma pandemia, com uma crise financeira já a sentir-se e com um PRR que tem que ser executado com rapidez e eficiência”, observa Vítor Carvalho.

O principal rosto dos social-democratas arouquenses na Câmara arouquense – actualmente liderada pelo PS – salienta que Rui Rio “já deu mais do que provas da sua seriedade, independência e sentido de estado, colocando sempre o interesse de Portugal à frente de qualquer um“. Vinca ainda que Rui Rio “é dos poucos políticos em Portugal que separou a política dos interesses instalados, caso concreto do futebol”.

Vítor Carvalho adianta que “pesou muito” na sua decisão também o facto de o arouquense Rui Vilar integrar a lista do PSD pelo círculo eleitoral de Aveiro em lugar elegível.

Independentemente dos partidos, os arouquenses têm aqui uma oportunidade de elegerem um dos seus para os representar na Assembleia da República. Esta é uma oportunidade única que não devemos deixar escapar“, sublinha.

Nas últimas ‘legislativas’ o PSD ficou a 1200 votos de eleger o sétimo da lista por Aveiro. Estou convicto que desta vez podemos ser nós, os arouquenses, a darmos mais esses 1200 votos e a elegermos o nosso deputado“, afirma o mandatário concelhio, destacando ainda as qualidades de Rui Vilar, “um jovem quadro de qualidade reconhecida e competência política, um homem íntegro, sério e de grandes convicções“.