A Câmara Municipal aprovou por unanimidade no passado dia 7 de dezembro, em reunião do Executivo ocorrida em Fermedo, a ajuda a sete agregados familiares carenciados através do Programa de Apoio ao Arrendamento, numa verba que ascende a mais de 11 mil euros.

Estes primeiros agregados com dificuldades económicas comprovadas vão passar a usufruir de uma ajuda monetária atribuída pela autarquia para apoio às rendas já a partir de janeiro de 2022. O subsídio é válido por 12 meses e tem limite máximo de cinco anos de prorrogação, mediante apresentação de nova submissão.

As candidaturas a este programa social podem ser efetuadas a qualquer altura, presencialmente através dos serviços de ação social do município, na Via Verde Social, ou online no portal do Município em https://servicosonline.cm-arouca.pt .

MA