Executivo de Castelo de Paiva quer manter a aposta na valorização Ribeirinha do concelho

De forma a inteirar-se de todas as obras e projetos em curso no concelho, em especial na Zona de Lazer do Choupal, em Pedorido, o Executivo Municipal de Castelo de Paiva, presidido por José Rocha, esteve recentemente de visita às obras de Reforço e Remodelação Estrutural da Ponte Centenária, na foz do Rio Arda, bem como acompanhou os trabalhos na 2ª fase de intervenção no Parque de Lazer do Choupal, que integra também o Núcleo de Experiências Turísticas do Couto Mineiro de Pejão.

Na perspetiva do edil paivense, que se fez acompanhar do vice-presidente José António Vilela, e que nos próximos dias visitará outras obras e trabalhos em curso no concelho, é importante manter esta aposta no potencial turístico da zona ribeirinha do Couto Mineiro, um desígnio que merece um reforço, de forma a que esta área de lazer junto ao rio, possa ficar ainda mais atrativa e valorizada.

 A reabilitação da velha ponte sobre o Rio Arda, que está a ser concretizada, era um anseio antigo da população do Couto Mineiro do Pejão, sendo que, a requalificação desta estrutura tem um grande impacto na projeção desta zona ribeirinha do concelho, permitindo que esta travessia entre as duas margens, em Pedorido, seja beneficiada e aberta à comunidade para uma utilização pedonal ou em forma de ciclovia, valorizando o potencial turístico desta zona do concelho.

Relativamente ao investimento no Parque de Lazer Choupal, que está integrado num Plano Estratégico de requalificação de frentes ribeirinhas do território de Castelo de Paiva, o autarca de Castelo de Paiva insiste na necessidade de continuar a dotar este espaço ribeirinho, sempre muito procurado no período de Verão, com boas condições para a prática balnear, para a utilização pública, procurando garantir um melhor nível de qualidade de vida a quem frequenta esta emblemática zona do município.

José Rocha defende que, a autarquia aposta em manter esta zona de lazer como um espaço agradável que melhore e potencie o bem-estar e conforto para quem frequenta esta zona ribeirinha. Ao mesmo tempo procuram valorizar ao nível ecológico, funcional e estético, uma zona emblemática, melhorando as condições de recreio e lazer das diversas faixas etárias, sendo que a prática do desporto informal, de ar livre, e o lazer foram privilegiados para potenciar a dinamização deste parque localizado junto ao Rio Douro.

O edil paivense considera que a intervenção orientada para a requalificação do Choupal evidencia o interesse de valorizar as potencialidades do município de Castelo de Paiva, promovendo a atratividade do território, com particular destaque para a dinamização turística que se deseja forte e assumida, num enquadramento que possa traduzir-se em mais riqueza e emprego na região.

Quanto ao Núcleo de Experiências Turísticas Mineiras do Pejão, o presidente José Rocha refere que se trata de um projeto de promoção local, que pode dar resposta à necessidade de divulgar o património material e imaterial associado às Minas do Pejão e, em simultâneo, desenvolver ações de promoção, demonstração e difusão da oferta cultural turística disponibilizada pelo Município em todas as suas diferentes valências. Estas valências são designadamente o alojamento e artes artesanais, procurando contribuir para o surgimento de novos e inovadores produtos e serviços, promovendo a competitividade do tecido empresarial de Castelo de Paiva, bem como a sua consolidação.