Projeto visa ajudar crianças para quer no futuro não fiquem com carências irremediáveis.

O Município de Castelo de Paiva vai avançar, neste ano letivo, com um projeto de implementação da Expressão Físico-Motora na área do Ensino Pré-Escolar, segundo revelou esta semana a Vereadora Liliana Vieira, responsável do Pelouro da Educação da edilidade.

Tendo em conta que, os períodos críticos das qualidades físicas e das aprendizagens psicomotoras fundamentais situam-se até ao final do 1º Ciclo, ou seja, até aos 10 anos de idade, a falta de atividade física apropriada, que estimule os mais básicos movimentos, traduz-se em carências frequentemente irremediáveis no futuro.

Por outro lado, devido aos problemas de saúde que advêm dos baixos níveis de atividade física verificados atualmente na nossa população é de extrema importância, nos dias de hoje, adotar, desde as idades mais jovens, estilos de vida saudáveis, sendo que, perante isto, a autarquia paivense defende que se deve colocar em prática programas de intervenção para o crescimento e desenvolvimento saudável das crianças. Ações estas onde estejam contempladas medidas educativas contínuas e duradouras que aperfeiçoem a relação entre o corpo, a atividade física e o meio ambiente.

A Vereadora Liliana Vieira referiu que, a educação pré-escolar deve proporcionar às crianças oportunidades para o treino da motricidade global e fina, e contribuir para um desenvolvimento multilateral, inclusivo e harmonioso das mesmas, sendo que o grande objetivo deste projeto, será sempre desenvolver o gosto pelo desporto e o fortalecimento da saúde.

Com esta iniciativa pretende-se lecionar aulas de Expressão Físico-Motora às crianças dos jardins-de-infância dos Agrupamentos de Escolas do concelho paivense, que decorrerão às terças e quartas-feiras durante o período da manhã (09:30h-12:10h), tendo uma duração de 40 minutos por aula. O horário das aulas será rotativo no Agrupamento de Escolas de Castelo de Paiva (avecp), e semanal no Agrupamento de Escolas do Couto Mineiro do Pejão, localizado em Oliveira do Arda.

 Este projeto adota os seguintes objetivos; adquirir uma cultura desportiva que possa ter continuidade ao longo de toda a vida; desenvolver a coordenação motora; melhorar o desenvolvimento morfo-funcional e a capacidade de adaptação ao esforço; aprender a controlar a agressividade e respeitar as regras da convivência em grupo; ajustar os comportamentos em função das ações e reações dos colegas e o desenvolvimento de uma postura corporal correta, de modo a evitar quedas.

Nos conteúdos programáticos desta ação municipal destaca-se a perícia e manipulação, o deslocamento e equilíbrio, jogos pré-desportivos e tradicionais e atividades rítmicas e expressivas.