A celebração do Dia Mundial da Anestesiologia no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) serviu de mote à realização de uma homenagem póstuma à Dra. Maria Rui Loução, Médica da instituição recentemente falecida. O evento decorreu na passada sexta-feira, 22 de outubro, no Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira, e foi presidida pelo Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.

O evento começou com uma apresentação subordinada ao tema “O paradigma do Anestesiologista no SNS” feita por Paulo Figueiredo, Diretor do Bloco Operatório do CHEDV. Após esse momento, no qual se traçou a evolução ao longo do tempo da própria Anestesiologia enquanto especialidade médica, mas também do seu desenvolvimento na instituição, foi então efectuada a homenagem de evocação a Maria Rui Loução, uma das Médicas fundadoras do serviço de Anestesiologia do Hospital de São Sebastião, “profissional brilhante e de excelente relação pessoal, exemplo a replicar para futuras gerações.” Para eternizar o relevante trabalho da homenageada, foi descerrada uma placa de atribuição do nome da Dra. Maria Rui Loução ao Bloco Operatório, do piso 1, do Hospital de São Sebastião.

No discurso de boas-vindas, Miguel Paiva, Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, relembrou a Médica do CHEDV Maria Rui Loução e agradeceu a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde “o CHEDV, que hoje enaltece um dos seus que recentemente nos deixou, é uma casa de pessoas que se entregam de alma e coração à missão que o SNS nos confiou nesta região. Aqui, gostamos muito do que fazemos, e vibramos muito com o que conseguimos e estamos constantemente a sonhar com mais”. Miguel Paiva relembrou os duros desafios enfrentados e a resposta determinada do CHEDV, “ainda recentemente  na resposta ao Covid-19, superamos níveis que nunca pensávamos alcançar. Desde que foi diagnosticado o primeiro caso, em Março de 2020, vamos a caminho dos 2.500 doentes internados, quase 400 dos quais em cuidados intensivos. Acreditamos nas virtudes do SNS e sabemos que os portugueses desta fatia do território, que tanta contribuição dão para a riqueza do país, pois somos das zonas mais industrializadas e exportadoras de Portugal, merecem isto e muito mais. E é precisamente porque queremos dar mais que temos em curso, neste momento, o mais volumoso investimento do SNS nesta região desde a construção do Hospital de São Sebastião no final dos anos 90”.

Na Sessão Solene de abertura, António Lacerda Sales, Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, dirigiu palavras de solidariedade aos Familiares da Dra. Maria Rui Loução, realçou o reconhecimento e agradecimento aos profissionais de saúde pela dedicação inabalável com que prestam os melhores cuidados de saúde. O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde teve oportunidade de visitar o Hospital de São Sebastião e ficar a conhecer de perto os investimentos realizados e os novos trabalhos em curso.