Paulo Portas veio a Vale de Cambra apoiar quem já o apoiou na candidatura CDS de José Pinheiro
Paulo Portas esteve no passado dia 15 de setembro em Vale de Cambra, para «apoiar quem já o apoiou», referiu o antigo líder do CDS-PP.
O ex-presidente centrista refere-se a José Pinheiro, cabeça de lista do partido no concelho de Vale de Cambra, classificando esta ação como um gesto que representa “agradecimento e estimulo”.
“Quando precisei de ajuda da equipa do CDS, aqui em Vale de Cambra, sempre a tive e, por isso, vim manifestar a minha admiração pela equipa do José Pinheiro”, referiu.
Mesmo afastado da vida política, Paulo Portas quis estar presente e ao lado dos centristas valecambrenses no combate eleitoral à Câmara de Vale de Cambra, por considerar que, até aqui, “têm dado provas do seu desempenho”.
“É um concelho que teve muito cuidado com a dívida, um concelho onde os impostos, que dependem do município, são baixos e, um concelho que tem os preços da água mais baixos da Área Metropolitana do Porto”, especificou.
O antigo vice-primeiro ministro elogiou ainda o aproveitamento que o concelho fez dos recursos vindos de fundos comunitários e lembrou a oportunidade que Vale de Cambra tem para tirar proveito das verbas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), principalmente no setor privado.
“Espero que concelhos como este, com um grau de empreendedorismo e inovação como é Vale de Cambra aproveitem bem este Plano”, sublinha.
Paulo Portas critica o PRR por apenas um terço das verbas se destinar ao setor privado, lembrando o peso superior do investimento privado na economia, que representa cerca de 80% dos postos de trabalho mas, ainda assim, lembra que é “uma oportunidade para a economia”.
A Voz de cambra

Foto Notícias ao minuto