A pista de atletismo, prevista no projeto de renovação do Estádio Municipal de Arouca, vai “definitivamente sair do papel” e terá um tapete de tartan, garante o candidato da coligação “Agora os Arouquenses” à Câmara Municipal, o independente Vítor Carvalho.

“Estas iniciativas têm de ser acarinhadas pelas entidades federativas, governamentais e, sobretudo, autárquicas. Para nós, apoiar o desporto não é uma despesa, mas sim um investimento. Por isso, caso seja eleito, as obras vão finalmente avançar”, afirma.

O Estádio Municipal de Arouca, cujas instalações estão cedidas ao Futebol Clube de Arouca, passará, assim, a ter uma pista de atletismo para uso dos praticantes arouquenses, numa modalidade com tradição no concelho, mas que se debate, há muito, com a falta de condições.

A pista poderá ser utilizada em contexto escolar e desportivo e até acolher competições oficiais de âmbito regional e nacional em diferentes disciplinas, designadamente lançamento do peso, saltos e velocidade.

A pista de tartan (pavimento sintético utilizado nas competições oficiais) engloba uma vala de obstáculos, uma zona de lançamento do peso e uma meia-lua contrária, com corredor de salto em comprimento e altura. O equipamento respeitará as características técnicas exigidas pelas entidades que regulam a modalidade.

“O município não faz mais que a sua obrigação, pois temos atletas, dos mais jovens aos mais adultos, campeões regionais e mesmo nacionais, que o são e para os quais não lhes proporcionamos qualquer espaço condigno para o efeito. Efetivamente é uma falta de respeito, e a eles devemos um pedido de desculpas público, enquanto autarcas, embora nestes quatro anos, enquanto oposição, tenhamos referido este assunto, mas que na prática nada foi feito pelo actual executivo”, sublinha o candidato.

Vítor Carvalho aproveita a ocasião para anunciar ainda que, caso vença as eleições, irá encetar esforços para começar a projetar a criação de um pavilhão desportivo municipal, moderno, multifuncional e adequado à nossa realidade e aos novos tempos.

“A vertente desportiva irá merecer da nossa parte uma redobrada atenção. É uma área que deve ser aposta de um município que se quer projetar para o futuro”, acrescenta.