O cabeça de lista da coligação “Agora os Arouquenses” à Assembleia Municipal de Arouca, Pedro Vieira, defendeu que o próximo órgão deliberativo deve criar uma comissão para estudar a questão do preço da água no concelho.

“Quero aqui dizer-vos a todos vós, em primeira mão, que o primeiro ato que irei promover será a apresentação de proposta de constituição de uma comissão para estudar a situação da água em Arouca, que este executivo PS implementou, de modo a encontramos uma solução para esse problema, que tem gerado muita insatisfação nos arouquenses”, disse o candidato.

“Não nos podemos furtar às nossas responsabilidades, e eu, como presidente da Assembleia Municipal de Arouca, caso seja eleito, assumirei as minhas, convicta e firmemente, na defesa dos interesses de todos”, referiu. “A Assembleia Municipal é muito mais do que fórum político, como muitas vezes parece ser”, salientou.

Pedro Vieira falava este sábado durante a apresentação da sua candidatura, numa sessão realizada na freguesia de Santa Eulália e que deu a conhecer também o nome dos candidatos às juntas de freguesia pela coligação “Agora os Arouquenses”, que congrega o PSD, CDS/PP, PPM e a Iniciativa Liberal.

“Temos ideias, experiência, temos pessoas, e temos um entusiasmo e sem cosmética para que Arouca tenha maior coesão territorial, económica e social”, afirmou o candidato à presidência da Câmara Municipal, o independente Vítor Carvalho, elogiando o cabeça de lista ao órgão deliberativo agora apresentado. “Pedro Vieira representa o espírito de Arouca e, por isso, tem as caraterísticas necessárias para ser o próximo presidente da Assembleia Municipal. Estamos certos de que representará as qualidades e virtudes do povo desta terra”, frisou.

Sobre os candidatos a todas as 16 juntas de freguesia do concelho, lembrou o seu papel como agentes autárquicos, que considera fundamental. “Comigo e com a minha equipa vamos mudar, por completo, este ‘modus operandis’ centralista, dependente e de subserviência com que o sistema atual vos trata – como pedintes, que vão reclamar coisa pouca; um pouco de alcatrão, um muro, a limpeza das bermas das estradas que muitas vezes são obrigação do município, mas que até isso vos tentam passar e culpabilizar”, acrescentou Vítor Carvalho.

Candidatos às juntas de freguesia

Alvarenga – Joaquim Noronha Mendes

Arouca e Burgo – Vitor Arouca

Cabreiros e Albergaria – Nélson Martins

Chave – José Luís Fevereiro

Canelas e Espiunca – Joaquim Cunha

Covêlo e Janarde – Manuel Gomes

Escariz – Rosa Portugal

Fermedo – Alberto Oliveira

Mansores – Daniela Bessa

Moldes – Bruno Sousa

Rossas – Isabel Paiva

Santa Eulália – Hélio Soares

São Miguel do Mato – Arménio Oliveira

Tropeço – Miguel Sousa

Urrô – Geraldo Campas

Várzea – Humberto Mota

*Notícia corrigida às 22h46;