As obras da empreitada que visam a “refuncionalização” da carreira dos moinhos para fins turísticos – Casa da Moleira – foram suspensas. A decisão da Câmara foi tomada por unanimidade na reunião do passado dia 22 de junho, e resulta do facto do Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto ter julgado procedente a ação intentada contra o Município pela empresa Empribuild, Ld.ª, concorrente ao concurso público para adjudicação da referida empreitada, que foi adjudicada por deliberação de 16 de março findo a Mário Ferreira Pinto & Filhos, Ld.ª

Segundo a ata da referida reunião a suspensão dos trabalhos acontece “até que seja proferida decisão sobre o recurso apresentado pelo Município e tal decisão transite em julgado”.

Foto: MM.