No dia em que a cidade festeja o seu aniversário são enaltecidos vários investimentos na ordem dos seis milhões de euros em obras públicas, destacando-se a Estratégia Local de Habitação e os projetos de valorização e de promoção territorial que “permitirão colocar o concelho de uma vez por todas no mapa do Turismo Nacional”, como referiram os autarcas valecambrenses nos seus discursos.

Nas mensagens deixadas por José Pinheiro e Miguel Paiva, presidente de Câmara e Assembleia Municipal, respetivamente, a palavra “prosperidade” e o sentimento de confiança andam interligados. Ambos enalteceram as características empreendedoras de “um povo exemplar”, destacando ainda que “hoje, mais do que nunca”, Vale de Cambra encontra-se na “Rota do desenvolvimento”.

Para além da promoção e divulgação das aldeias, da abertura da Casa da Broa de Paraduça e da implementação do Centro Interpretativo da Freita, a estratégia engloba ainda, a valorização do turismo ativo do Rio Caima e a construção dos Eco-Trilhos do Rio Teixeira.

A Cidade assinala o seu aniversário de elevação, assim como as duas Vilas de Macieira de Cambra e de São Pedro de Castelões, com festejos reservados, devido à pandemia, mas plenas de significado.

Logo depois o hastear das bandeiras nos Paços do Concelho, momento protocolar e solene que contou com a presença do Executivo Municipal e do Presidente da Assembleia Municipal, seguiram-se os discursos oficiais.