Sétima vitória consecutiva permite ao FC Arouca aproximar do 2º lugar.

Mais uma vez com aquele que foi a equipa tipo da fantástica sequência de vitórias do FC Arouca nesta fase final do campeonato, os arouquenses enfrentavam a equipa do Casa Pia AC tranquila na tabela classificativa.


Mas desde cedo que os gansos mostraram que não vinham a Arouca facilitar e logo aos 6’ minutos, uma jogada rápida permitiu que Zidane Banjaqui assistisse Jota para abrir o marcador e dar a vantagem ao emblema lisboeta.

A reação por parte da equipa da casa foi rápida, e primeiro João Basso ameaçou com um cabeceamento ao lado e logo em seguida Pedro Moreira encontrou André Bukia, que fez o movimento interior e de pé esquerdo igualou o resultado ao minuto 12’.


Sem interesse noutro resultado, o FC Arouca partiu em busca da vitória, de forma a aproveitar os deslizes de Chaves e Académica e o empate do FC Vizela para se colar ao 2º lugar de forma isolada. No coração da área, Sema cabeceou para fora, pouco depois foi a vez de Arsénio quase fazer o golo pelo terceiro jogo consecutivo, mas Marvin evitou o golo em cima da linha de golo. Ainda antes do intervalo, Pité cabeceou a rasar a barra da baliza defendida por João Victor, que se viu obrigado a uma grande defesa para evitar que o livre convertido por André Silva fosse golo.


A segunda parte começou com a mesma tónica, com André Silva a cabecear, mas o guardião do Casa Pia a voltar a evitar o golo com uma grande defesa para pontapé de canto, no qual voltaria a negar o golo desta vez a João Basso.


A partida foi perdendo intensidade e passou a ser mais disputado a meio-campo, sem grandes oportunidades para alterar o resultado, até que ao minuto 79’, Thales cruzou na direita e no primeiro toque na bola, o recém-entrado M. Caballero operou a reviravolta para a alegria dos arouquenses.


Ainda antes do apito final, o defesa central dos gansos, Matheus Dantas foi expulso por acumulação de cartões amarelos.


Em contagem decrescente para o final da Liga Portugal 2 Sabseg, o FC Arouca sonha com o regresso ao principal escalão do futebol português.

Caballero, autor do segundo golo a festejar!
Momento antes do remate do 1ºo golo