A Câmara Municipal de Castelo de Paiva informou, no Comunicado disponibilizado abaixo, que várias árvores do Largo do Conde terão de ser retiradas por não apresentam sustentabilidade nem segurança necessárias para permanecerem no mesmo.
“Caros Paivenses,
A requalificação do centro da nossa Vila, mais concretamente o Largo do Conde e a Praça da Independência, decorrem a bom ritmo com os trabalhos de execução da empreitada, no âmbito da qual estão a ser colocadas todas as infraestruturas, abastecimento de água, águas residuais, águas pluviais, rede elétrica entre outras.

Igualmente está a ser regularizada a plataforma existente para que se possa uniformizar toda a área pedonal e de circulação, eliminando-se diversas barreiras arquitetónicas e facilitando a circulação todos em geral e para os cidadãos com mobilidade reduzida em particular, com o ensejo de devolver aos paivenses este espaço, requalificado e com um estilo de modernidade. No âmbito desta intervenção, foi solicitado novo Estudo Fitossanitário e de Avaliação do Risco das Árvores, que determinou a necessidade de se efetivar o corte de 10 árvores (tílias) uma vez que a pouca estabilidade das mesmas e consequente segurança para pessoas e bens que daquela resulta, não permite que se mantenham. Não obstante, as árvores abatidas serão substituídas por outras mais jovens e com mais condições de desenvolvimento e adaptação ao novo espaço.

A decisão que agora se impõe, apesar de difícil, não poderia ser outra quando confrontados entre a manutenção das árvores e a garantia da segurança de pessoas e bens, forçosamente temos de optar por esta última.

Certo que compreenderão esta nossa difícil decisão, com a promessa que brevemente teremos de volta o nosso Largo do Conde, aprazível, bonito, funcional e aberto a todos.“