As plantas, os insetos, os peixes, os líquenes e os cogumelos são alguns dos grupos de seres vivos que vão ser divulgados num ciclo de webinares designado por “12 meses, 12 temas”.

Baseando-se na célebre frase de Santo Agostinho ‘Só amamos aquilo que conhecemos’, a AGA – Associação Geoparque Arouca, em parceria com a Câmara Municipal de Arouca, pretende contribuir para cultivar o cidadão informado, apostando na divulgação do conhecimento científico e no envolvimento dos cidadãos na conservação do património natural do Arouca Geopark.

Sob o mote ‘12 meses, 12 temas’, especialistas e investigadores convidados abordarão, durante uma hora, algumas particularidades de diversos seres vivos, desde um pequeno líquen até ao esquivo lobo-ibérico, e a sua importância para os ecossistemas.

A biodiversidade e os ecossistemas prestam serviços essenciais ao nosso bem-estar, sendo a sua salvaguarda uma missão que cada cidadão deve assumir. No Arouca Geopark, mais de 80 observadores têm de forma voluntária contribuído para a inventariação da biodiversidade. É este envolvimento proativo, consciente e informado que pretendemos consolidar e fomentar com esta iniciativa.

A primeira ação «A lista vermelha da flora vascular: espécies a conservar no Arouca Geopark» decorrerá no próximo dia 21 de março, Dia Mundial da Árvore, pelas 21h00. A participação é gratuita, mas carece de inscrição em https://forms.gle/4M1PFcympKjNdnPX8.

Para mais informações, contactar a AGA através do email susana.bastos@aroucageopark.pt e/ ou telemóvel 910 840 671. AGA