O alegado infrator foi apanhado a trabalhar, quando deveria estar em casa a cumprir confinamento obrigatório decretado pelas autoridades de saúde.

No passado dia 6 de março, outro individuo, na casa dos 50 anos, foi detido pela GNR por violação do confinamento obrigatório a que estava sujeito no âmbito da pandemia de Covid-19, na localidade de Arouca. Esta informação foi anunciada pelas autoridades, esta terça feira, num comunicado.

Na nota, os militares revelaram que o suspeito foi apanhado a trabalhar, na freguesia do Burgo, quando deveria estar em casa a cumprir confinamento obrigatório.

Após a detenção, os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Arouca.

A GNR recorda que ficam em confinamento obrigatório, em estabelecimento de saúde, no respetivo domicílio ou noutro local definido pelas autoridades de saúde, todos os doentes com Covid-19, os infetados com SARS-CoV-2, e os cidadãos relativamente a quem a autoridade de saúde ou outros profissionais de saúde tenham determinado vigilância ativa. A violação do confinamento obrigatório constitui crime de desobediência.