Inicio para esquecer e expulsão de Brunão complicaram a missão arouquense.

Depois de ter vencido o SL Benfica B por 1-0, em jogo da 6ª jornada, o FC Arouca deslocou-se ao Benfica Campus em busca do mesmo desfecho, galvanizados pelo mês de fevereiro quase perfeito, frente a um Benfica B que perdeu apenas 1 vez sob o comando de Nelson Veríssimo.


Sem alterações no 11 inicial, as águias começaram o encontro praticamente a vencer, cruzamento na direita que sobrou para Tiago Araújo, que não desperdiçou e abriu o marcador. Pouco depois, e ainda sem se ver o FC Arouca em jogo, cruzamento atrasado e I. Vukotic a não desperdiçar para ampliar a vantagem.


Motivados pela vantagem madrugadora, a equipa B dos encarnados parecia superior e a dominar o encontro. O Arouca acordou perto da meia-hora de jogo e começou a equilibrar o rumo da partida, e após uma excelente jogada individual de Joel, o extremo brasileiro Adílio reduziu a desvantagem no final da primeira etapa.

O intervalo espevitou a equipa arouquense, que entrou com forte vontade de alterar o rumo do encontro e mostrando um futebol mais ofensivo e mais dominante, tendo inclusive 3 oportunidades clamorosas para aumentar a vantagem, primeiro por Ofori que rematou perto do poste, pouco depois Adilío cabeceou para uma excelente estirada de Svilar, e ainda houve tempo para Thales rematar forte a rasar a baliza dos encarnados.


A missão viria a ficar mais difícil, quando Brunão teve uma entrada imprudente e agressiva sobre Diogo Mendes, sendo admoestado com o cartão vermelho direto. A partir desse momento e com menos um elemento em campo, o FC Arouca pouco incomodou os visitados, vendo ainda a vantagem ser alargada por Luis Lopes depois de um pontapé de canto de Tiago Gouveia já nos últimos instantes do encontro.

Desta forma, o FC Arouca mantém o 5º lugar com os mesmos pontos, e vê o pódio a pelo menos 8 pontos de diferença, enquanto prepara o regresso às vitórias frente ao FC Penafiel em jogo agendado para a próxima segunda-feira, 15 de Março às 16:00.