Quinze clubes do Campeonato SABSEG, 14 da 1ª Divisão e 16 da 2ª divisão vão a jogo na prova final criada pela Associação de Futebol de Aveiro (AFA), para se definir as equipas promovidas em cada escalão, assim como as que vão disputar a próxima edição da Taça de Portugal.

Após o levantamento do atual Estado de Emergência, em vigor até ao dia 16 de março, as datas dos sorteios e do início de cada competição, assim como os dos respetivos regulamentos, serão apresentados.

Devido ao cancelamento, pela AFA, dos três campeonatos seniores de futebol, assim como da Taça e Supertaça Distritais, foi criada uma Prova Final, de inscrição facultativa, com o objetivo de “relevar o mérito até aqui demonstrado pelos clubes e decidir as referidas subidas em campo”, afirmou, na atura, o Presidente da associação, Arménio Pinho.

As provas devem começar entre os meses de abril e maio, devendo estender-se por um prazo máximo de nove semanas, sempre dependente da evolução da pandemia de Covid-19 no país.

Das 68 coletividades inscritas, no início da temporada, nas competições seniores de futebol da AFA, 45 decidiram voltar a jogar esta época. São elas AD Ovarense, ARC São Vicente Pereira, AA Avanca, Canedo FC, CD Estarreja, CF União de Lamas, FC Cesarense, FC Pampilhosa, GDSC Alvarenga SAD, GD Gafanha SAD, Oliveira do Bairro SC, SC Alba, SC Bustelo, SC Esmoriz e SC Fermentelos, no Campeonato SABSEG; Geração RD, AD Nogueira da Regedoura, ACRD Mosteirô, AD Valecambrense, ADC Lobão, CCR Válega, CR Antes, CD Arrifanense, Florgrade FC, FC Pinheirense, FC Macieirense, Lusitânia de Lourosa FC B, UD Bustos e UD Mansores, na 1.ª Divisão Distrital; e ADC Vila Nova de Monsarros, ADCF Santo André, ADC Sanguedo, AR Aguinense, AC Famalicão, CDC Macieira de Cambra, CCR São Martinho, CCR Vila Viçosa, CRC Rocas do Vouga, CD Luso, CD Tarei, FC Vaguense, GD Beira-Vouga, GD Milheiroense, Relâmpago Nogueirense e SC Carqueijo, na 2.ª Divisão Distrital.

Os clubes iniciarão a sua participação na Prova Final com 50% dos pontos obtidos até à paragem dos campeonatos, corrigidos com o coeficiente obtido pelo número de pontos e jogos realizados. Os moldes competitivos, assim como o calendário das diferentes competições, serão conhecidos após o levantamento do atual estado de emergência, que termina a 16 de março, de acordo com as datas que vierem a ser definidas no plano de desconfinamento delineado pelo Governo e pela Direção-Geral de Saúde, que se prevê que possa ser apresentado no próximo dia 11 deste mês.

Também está prevista a abertura complementar de um período de inscrições de atletas, de acordo com a Federação Portuguesa de Futebol, que será anunciado logo que haja desenvolvimentos decorrentes da reabertura no mencionado “plano de desconfinamento”.

A AFA acrescenta, em comunicado, que, “caso as provas finais não possam vir a ser disputadas, por impedimento derivado à pandemia da Covid-19, será aplicado o regulamento das provas de futebol sénior atualmente em vigor”.