Quase mão cheia de golos na visita ao Académico de Viseu

Depois do empate sem golos frente ao Varzim, o FC Arouca deslocou-se ao Estádio do Fontelo à procura de regressar as vitórias e continuar o bom ciclo do mês de Fevereiro, até ao momento 3 vitórias e 1 empate.


O Académico de Viseu começou por cima da partida e viu Fernando Ferreira falhar o alvo na cara de Vitor Braga na primeira oportunidade da partida, num encontro que estava em défice de oportunidades. Mas à passagem do minuto 32’, o rumo da partida viria a mudar. Thales foi carregado em falta, e de forma exímia, André Silva bateu com o pé esquerdo sem hipótese para o guardião viseense que ficou a ver passar. Logo de seguida, Adílio foi derrubado por Ricardo Fernandes, e João Basso voltou a não desapontar na conversão de uma grande penalidade.


Ao intervalo, Sema Velazquez substituiu Brunão, e fez o seu jogo 50 com a camisola arouquense. E logo nos minutos iniciais, excelente jogada de envolvimento da equipa visitante, e Pedro Moreira a assistir Adílio para o terceiro golo do encontro. A vitória parecia garantida, mas pouco depois, André Silva aproveitou a desatenção da defensiva do Académico de Viseu e com frieza fez um “sombrero” que fixou o marcador em 0-4.
Um livre sem hipótese, uma grande penalidade, uma jogada excelente, e um chapéu ditaram a vitória expressiva do FC Arouca, que com este resultado isola-se no 5º lugar da tabela classificativa.

Golo de André Silva
Grande Penalidade marcada por João Basso