O artigo de hoje tem como objetivo esclarecer as doenças profissionais ao qual os colaboradores, nas suas mais variadas vertentes, podem estar expostos e como devem proceder para evitar.

Obviamente ter o conhecimento é sempre o primeiro passo para resultados positivos, portanto, a saúde laboral deve estar garantida para que o equilíbrio físico e mental, mantenham a produtividade nas atividades profissionais executadas.

A nossa atualidade requer ainda mais atenção sobre a nossa saúde. Além das doenças que são avaliadas normalmente pela Medicina do Trabalho, deve ser levado em consideração o aumento das Patologias Psicossomáticas, que derivado a época pandemica tem sido cada vez mais crescente em todos os setores.

Existe uma lista organizada de possíveis doenças profissionais e além destas, aquelas que comprovem ser consequência da atividade exercida e não resultem do normal desgaste do organismo.

A lista de doenças reconhecidas como doenças profissionais tem ramificações, sendo estabelecidas por agrupamento, citadas a seguir:

– Doenças provocadas por agentes químicos;

– Doenças do aparelho respiratório;

– Doenças cutâneas;

– Doenças provocadas por agentes físicos;

– Doenças infeciosas e parasitárias;

– Tumores;

– Manifestações alérgicas das mucosas.

Como devo participar uma Doença Profissional?

Se sua empresa não tiver um médico interno para tal função, existem empresas que praticam a MT (Medicina do Trabalho) e HST (Higiene e Segurança no Trabalho).

A participação de um diagnóstico de doença profissional deverá ser avaliado pelo médico do Trabalho, ou por qualquer outro médico, em todos os casos clínicos em que seja de presumir a existência de doença profissional, sua avaliação de exames pode ser feita por um profissional de saúde capacitado para execução dos exames, análises e/ou psicológica, quando necessário.

Esta avaliação deverá ser feita antes da entrada do colaborador na empresa, anualmente e/ou periodicamente conforme necessidade das funções exercidas.

Mente e corpo saudáveis, garantem colaboradores produtivos e mais motivados.

A saúde deve ser prioridade, procure sempre um especialista.

Cuide de Si.

Glaucia Souza