A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro apreendeu, no passado dia 7, mais de duas toneladas de berbigão por não ter o tamanho mínimo exigido para ser comercializado, no concelho de Aveiro.

No decorrer de uma ação de fiscalização levada a cabo com o objetivo de controlar o cumprimento das regras de descarga, transporte, comercialização e regime de primeira venda de pescado fresco e bivalves, os militares da Guarda fiscalizaram duas embarcações da lota de Aveiro e uma viatura, onde detetaram os bivalves sem que estes tivessem o tamanho mínimo para poderem ser comercializados, tendo sido apreendidos.

Foi identificada a representante legal da empresa de comercialização de bivalves, uma mulher de 51 anos, e nove pescadores, com idades compreendidas entre os 30 e os 70 anos, envolvidos na captura ilegal do berbigão, sendo esta infração punível com coima máxima de 37 500 euros.

A mercadoria apreendida foi devolvida ao seu habitat natural em virtude dos espécimes se encontrarem vivos.