O estúdio de arquitetura liderado por Samuel Gonçalves, jovem arquiteto de 32 anos, natural de Arouca, foi distinguido por uma revista de design e arquitetura entre milhares de candidaturas. O arquiteto venceu o ‘Dezeen Awards 2020 public vote’, um concurso da prestigiada revista de design e arquitetura, com uma votação pública que arrecadou mais de 62000 participações.

O estúdio SUMMARY venceu na categoria ‘Arquiteto Emergente do Ano 2020’: “Este é um prémio que nos enche de orgulho. Primeiro porque fomos incluídos num grupo de cinco finalistas, através de uma seleção realizada por um painel de arquitetos que admiramos e cujos trabalhos são, para nós, uma referência. Segundo, e mais importante, porque a seleção final foi determinada por uma votação pública, que arrecadou milhares de participações. Se o reconhecimento dos “pares” nos deixa satisfeitos, o reconhecimento do público deixa-nos felizes. É para o público que trabalhamos, para que a nossa arquitetura seja usada e responda às necessidades das pessoas, e não apenas fotografada”, afirmou Samuel Gonçalves ao Discurso Directo.

Para além deste prémio, este ano o trabalho do estúdio SUMMARY foi também reconhecido com o AZ Award, um prémio atribuído a um projeto específico. O projeto deste gabinete, localizado na Farrapa, venceu na categoria de “Best in Architecture: Multi-Unit Residential Buildings” (tanto na votação do público como na votação do júri). Omar Gandhi, um dos elementos do júri deste prémio, justificou o galardão com a “clareza demonstrada desde a ideia até à forma construída” e a “pureza no uso dos materiais”. Os AZ Awards foram criados pela revista Azure, uma revista internacional da especialidade com sede em Toronto, Canadá.

Sobre o prémio ‘Dezeen Awards’

Este prémio foi criado pela revista Dezeen, uma das mais aclamadas à escala global (sediada no Reino Unido), nas áreas do Design e Arquitetura.

Enquanto o estúdio de Samuel Gonçalves venceu na categoria “Arquiteto Emergente do Ano”, a categoria “Arquiteto do Ano” foi atribuída aos MAD Architects, um gabinete global sediado em Beijing, e com escritórios em Los Angeles, Nova Iorque e Roma.

Os cinco finalistas na categoria de “Arquiteto Emergente do ano” foram: SUMMARY (que venceu com 42% dos votos), Kooo Architects (18%), Gad Line+ Studio (16%), Proctor and Shaw (14%) e Mamou-Mani (10%)

A seleção dos finalistas partiu de um painel de especialistas onde se incluem personalidades como Paola Antonelli (curadora no MoMA, Nova Iorque) ou Sir Norman Foster (prémio Pritzker).

Os cinco finalistas acima mencionados estarão também a concorrer a outro prémio – os Dezeen Awards 2020 na votação do júri – cujos resultados ainda não são conhecidos.