O Círculo Cultura e Democracia (CCD), promove no próximo dia 1 de Agosto, pelas 17h30, no auditório da Loja Interativa de Turismo de Arouca, um concerto pelo grupo coral Capítulo. A pandemia de Covid-19 obrigou o Círculo a suspender parte das atividades presenciais programadas para o ano de 2020, no entanto, face ao ponto de situação atual, respeitando as limitações impostas pela DGS, entendeu-se que este concerto poderia ser concretizado.

O grupo Capítulo é um grupo vocal à capella, constituído por músicos portugueses que se formaram tanto em Portugal como no estrangeiro (Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha e Reino Unido), Marta Martins (soprano), Ana Caseiro (soprano), Adriana Romero (mezzo-soprano), Gonçalo Sério (tenor) e Tomé Azevedo (barítono) que, antes de mais, visa a interpretação de obras vocais, que se estendem desde o solo ao quinteto.

O seu projeto atual foca-se na “Identidade Cultural Portuguesa” e a performance conta, para além da música cantada (onde constam composições do Cancioneiro de Arouca), com a declamação de poesia de poetas portugueses.

O programa a apresentar, Capítulo 1 – Arqueologia da Identidade Nacional, “incide sobre a recuperação contemporânea de uma memória cultural primordial portuguesa, que recua tanto no tempo quanto o permitem os vestígios humanos. Renovam-se as problemáticas como as que refere Fernando Lopes-Graça na sua bibliografia: que referências podemos ir buscar para formar um universo cultural português? Devem ser encontradas na música popular – imortalizada nos cancioneiros (já que na música clássica elas parecem tão escassas) -, mas também na literatura e no património natural e cultural.”

Os cuidados que a pandemia nos impõe levam a solicitar aos interessados uma inscrição, que terá que ser feita a partir do site do Círculo Cultura e Democracia. A inscrição é gratuita e limitada à lotação do auditório (reduzida em virtude da aplicação das medidas de distanciamento).