Lions Clube de Arouca promoveu sessão ‘Juntos no Combate ao Cancro Infantil’

Foto: Carlos Pinho

O Lions Clube de Arouca em parceira com a ADOA – Associação de Doentes Oncológicos de Arouca organizou no passado dia 7 de março (sábado), na Loja Interativa de Turismo de Arouca, uma iniciativa de apoio à luta contra o cancro infantil. “Conhecer para vencer” e “Juntos no combate ao cancro infantil” foram os motes para uma noite que se revelou de partilha, enriquecimento e fortalecimento para aquela que é, grande parte das vezes, uma das maiores batalhas que a condição humana pode enfrentar – o cancro.

O Lions Clube de Arouca deu a conhecer o projeto LUCAS, promovido pelo Lions de Portugal em parceria com a Liga Portuguesa Contra o Cancro. Com apenas 3 anos, o projeto está em franca expansão a nível nacional e tem como objetivo apoiar a investigação na área do cancro infantil.

No Ano Lionístico 2017/18, o Lions Portugal atribuiu uma Bolsa de Investigação Médica na área do Cancro Infantil no valor de 10.000 € e no Ano Lionístico 2018/19 foram atribuídos 15.000€ ao trabalho vencedor: “Implementação de biomarcadores moleculares para medicina de precisão em doentes com tumores cerebrais pediátricos” do IPATIMUP/Centro Hospitalar São João. Nestes últimos três anos, o projeto LUCAS conseguiu donativos para cinco bolsas de estudo atribuídas a crianças com cancro no valor de 5.000€ e 5.350€ à ala de oncologia do Hospital São João.

José Paulo Oliveira, fundador e atual presidente da assembleia da ADOA – Associação de Doentes Oncológicos de Arouca deu a conhecer um pouco da história e experiência desta associação que se apresenta, em Arouca, como um ombro amigo para acolher quem precise de ajuda.

O médico Manuel Artur Miler mostrou o lado médico da realidade oncológica com a apresentação “Como comunicar más notícias – na saúde e na doença: o exemplo do cancro.”

Célia Alves testemunhou o caso do seu filho Francisco. Numa manhã de sábado passa pelas urgências do Centro de Saúde de Arouca e, no mesmo dia, depois de ter passado por dois hospitais deu entrada no IPO onde descobre que o seu filho, com apenas três anos, tem um linfoma. Seria o início de uma longa e dura batalha que terminou bem.

Os fadistas arouquenses Simão Oliveira, Inês Vilela e Nádia Bastos asseguraram, de forma brilhante, o momento cultural da noite. Houve, ainda, a possibilidade de colaboração com o projeto LUCAS com aquisição do boneco LUCAS e das suas bolachas de cacau. Os donativos angariados serão encaminhados para apoio à investigação na área do cancro infantil.

A iniciativa teve o apoio do Município de Arouca e algumas Juntas de Freguesia – Rossas, Santa Eulália, Arouca e Burgo e Moldes.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.