Reunião de Câmara descentralizada na União de Freguesias de Covêlo de Paivó e Janarde

A reunião de Câmara descentralizada na União de Freguesias de Covêlo de Paivó e Janarde realizou-se no passado dia 7 de janeiro e foi pretexto para a análise de algumas questões importantes para aquela comunidade. Estas foram abordadas não só por iniciativa do Executivo como do público que compareceu à Sede da Junta e acompanhou os trabalhos.

Segundo regista a respetiva ata a Presidente da Câmara iniciou a reunião assumindo que “está a decorrer o processo de atribuição de topónimos aos arruamentos da União de Freguesias de Covêlo de Paivó e Janarde, utilizando, pela primeira vez, a sua georreferenciação”.

Também no Período Antes da Ordem do Dia o vereador do PSD, Fernando Mendes, referiu como “necessário e importante que a autarquia proceda ao alargamento de algumas zonas apertadas na Estrada que liga Ponte Telhe a Rio Frades, uma vez que existem situações em que os próprios autocarros ao cruzar-se com outros veículos são obrigados a fazer manobras, para além disso é crítico que a autarquia acautele a segurança na mesma”, questionando de seguida a edil “para quando a pavimentação da Estrada que liga Janarde/Meitriz a Cortegaça uma vez que se trata de uma ligação importante para as populações locais”, e também “para quando a pavimentação da Estrada de Covêlo de Paivó a Candal, pois trata-se de uma saída/ligação para sul que para além de beneficiar as populações locais, pode servir de zona de tampão e contenção aos incêndios que ocorrem a nascente do concelho”.

Este Vereador social-democrata deu ainda nota “que era importante proceder à proteção/segurança com rails junto à ponte de Covêlo de Paivó”. Na oportunidade deixou o seu “agrado pelo trabalho desenvolvido pelo Sr. Presidente da Junta, que não tem sido fácil, mas de grande valor para a comunidade”.

Segundo regista também a respetiva a ata, e em resposta às questões do Vereador da oposição, Margarida Belém disse “que a Câmara tem procurado identificar os locais onde possam ser criadas baías na referida estrada de modo a permitir o cruzamento em segurança dos veículos”. Adiantou ainda que “está a ser analisada a possibilidade de colocação de rails de proteção nos locais que se identifiquem de maior perigosidade, já que, dadas as características da estrada, é tecnicamente muito difícil a colocação de guardas em toda a extensão”, sendo “que a necessidade de concluir a pavimentação da referida estrada foi já sinalizada pelo senhor Presidente da Junta de Freguesia, estando a Câmara a estudar a possibilidade de satisfazer essa pretensão”. No que se refere à necessidade de pavimentação “esta também está identificada pela Junta de Freguesia, estando a ser definidas as prioridades na concretização das obras pretendidas” e por fim que “regista a observação, indo encarregar os serviços de estudarem o problema e de proporem medidas para a sua resolução”.

Ainda no que respeita a assuntos desta União de Freguesias, e no período destinado ao público, interveio o Presidente da Junta para agradecer a realização da reunião, acabando a elogiar a Câmara pela colaboração que “tem prestado à Junta de Freguesia para a realização de muitas das obras que se têm feito na freguesia, manifestando o desejo que no futuro essa cooperação se mantenha”.

Neste ponto interveio ainda Maria Andrade “para manifestar o seu desagrado pelo facto da empresa Águas do Norte estar e desativar os fontanários públicos existentes na freguesia, impedindo a sua fruição quer pelas populações por eles servidos quer pelos muitos pedestrianistas que percorrem os percursos pedestres que atravessam as aldeias da freguesia”. Consequentemente a Presidente da Câmara referiu então “que vai encarregar os serviços de, em conjunto com a referida empresa e a Junta de Freguesia, tentarem encontrar uma solução que permita manter os fontanários em funcionamento”.

De referir que a anteceder esta reunião registou-se uma visita de parte do Executivo a Covêlo de Paivó e Janarde. O presidente da União de Freguesias, Manuel Gomes, aproveitou a ocasião para falar com a Presidente da Câmara Municipal e com os vereadores António Tavares e Albino Cardoso sobre obras e arranjos urbanísticos já em curso e outros que gostaria de ver concretizados.

A visita à União de Freguesias de Covêlo de Paivó e Janarde, anunciou a edilidade, decorreu no âmbito do programa anual de visita às freguesias, que visa fomentar a gestão pública participada e o trabalho de proximidade com as populações e com as instituições locais, em particular com as Juntas de Freguesia, parceiros privilegiados da Câmara Municipal na ação concreta do território.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.