Após o relatório preliminar e depois de decorrer o prazo de audiência prévia, a empresa pública Infraestruturas de Portugal adjudicou ontem a empreitada da ligação rodoviária entre Escariz e a A32, ao consórcio Ferrovial Agroman, S.A. / Alberto Couto Alves, S.A, pelo valor de 30.410.038 €.

Estas duas empresas têm que agora que apresentar documentos de habilitação sendo posteriormente assinado o respetivo contrato para visto do Tribunal de Contas.

Com um preço base de 32.500.000,00 € a este concurso público internacional visa a realização de uma empreitada relativa à EN 326 – Feira (A32/IC2) / Mansores, Trecho 1 – Feira (A32/IC2) / Escariz (km 0+000 ao km 7+141), que estabelecerá a ligação entre a A32/IC2, inserida na Concessão Douro Litoral, no atual Nó de Pigeiros, e o troço já construído da EN 326 entre Mansores e Arouca, “permitindo uma ligação mais direta, rápida e segura entre Mansores e Arouca e o litoral, nomeadamente a S. Maria da Feira, a S. João da Madeira e ao Porto pela A32, numa extensão de aproximadamente 7.141 m”