Urrô recebeu Executivo: autarcas analisaram necessidades da freguesia.

Foto: CMA

A reunião da Câmara Municipal de Arouca realizada no passado dia 14, no edifício sede da Junta de Freguesia de Urrô, levou a que os autarcas se debruçassem sobre alguns dos problemas com que a freguesia se debate. A própria Presidente da Câmara, Margarida Belém, depois de agradecer à Junta de Freguesia “as facilidades concedidas” na realização da referida reunião, informou que “no âmbito da visita de trabalho efetuada durante a manhã tomou devida nota das carências que lhe foram apresentadas”, adiantando também que a “Câmara se encontra a ultimar a reformulação do projeto de beneficiação da estrada municipal que liga Forno Telheiro a Urrô, de forma a tornar possível a construção de passeios além da beneficiação do seu pavimento”.

Independentemente desta constatação e da informação prestada, o Vereador do PSD, Fernando Mendes, quis reforçar a ideia “que a Senhora Presidente ao visitar a freguesia constatou em vários locais, da necessidade de intervenções nomeadamente no que concerne às acessibilidades”, pelo que a interpelou sobre em que tempo vai ser feita “a intervenção na pavimentação da estrada que vai do entroncamento da EN326 até à Igreja de Urrô”, adiantando ainda que “na ligação do Parque de Campismo do Merujal ao Lugar de Albergaria da Serra, foram feitas pequenos remendos que não servem de modo algum os intentos de quem por ali passa e das populações aí residentes”.

Acabando por falar também em nome do seu colega de Vereação Vítor Carvalho alertou para “as fracas condições em que se encontra a estrada que liga Nogueiró a Lourosa de Matos, assim como de Provisende ao Merujal”.

O Vereador Pedro Vieira, do CDS-PP, apelou “à Câmara que tenha presentes as inúmeras carências da freguesia que carecem de solução”.

Em resposta às diferentes intervenções, e segundo também regista a respetiva ata, Margarida Belém, aludiu que “as intervenções que se mostram necessárias na freguesia de Urrô carecem, em face da sua dimensão, de um projeto de execução que é preciso elaborar previamente ao lançamento do procedimento concursal”, assinalando ainda “que as carências da freguesia estão devidamente identificadas, estando a Câmara a trabalhar na elaboração dos projetos respetivos””.

Público retratou problemas e pediu soluções.

No período destinado ao público verificou-se as intervenções de Alberto Pinho Santos, que perguntou “se será possível a construção da rede de saneamento no lugar de Olival e a subsequente pavimentação do caminho de acesso ao lugar, de modo a que deixe de existir pó no verão e lama no inverno”, e de Alberto Ferreira que alertou para o facto de “uma parte da freguesia continuar a não ser servida pela rede de saneamento básico, dando como exemplo o lugar de Nogueiró”, referindo depois o lento “processo de atribuição toponímica às ruas da freguesia”, alertando para o “mau estado do piso da estrada que liga Forno Telheiro a Urrô, e para a necessidade de proceder à sua repavimentação”, concluindo a sua intervenção a referir o “processo da construção da variante e aos muitos anos decorridos desde a inauguração do primeiro troço”.

Face as estas intervenções a presidente da Câmara, e sequencialmente, disse que “vai ordenar aos serviços que façam uma avaliação da situação de modo a encontrar uma solução para o problema agora reportado”, para depois salientar que o “município está a trabalhar com a empresa Águas do Norte no sentido de mapear as necessidades de saneamento para posterior ampliação da rede existente”, que o “processo está a ser acompanhado pelos serviços municipais, aguardando-se para breve a sua conclusão”, e que tal como disse no início da reunião, “a Câmara está a reformular o projeto para, além da repavimentação que se mostra necessária, poder construir-se também passeios”. Margarida Belém conclui os esclarecimentos/informações com o facto de estar “a decorrer o processo de concurso para a construção do troço de Escariz à A32, obra que será financiada exclusivamente por verbas provenientes do Orçamento de Estado”. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.