Arouca promove I Bienal de Organistas no Mosteiro de Arouca

Amanhã, dia 13 e domingo, dia 14 de julho, o Município de Arouca promove a I Bienal de Organistas no Mosteiro de Arouca. Este encontro musical decorre ‘à sombra’ de um dos mais emblemáticos exemplares da organaria ibérica, um órgão de tubos de 1743, de construção muito refinada e sonoridade única, saído das sábias mãos de Manuel Bento Gomez Herrera. É o verdadeiro som que o construtor quis que este instrumento tivesse que se pretende dar a conhecer nesta Bienal. A participação é gratuita e sujeita a inscrição obrigatória através de formulário. A atividade integra a programação dos “Retratos do Barroco”, o primeiro ciclo de atividades do evento “Arouca. História de um Mosteiro 2019”.

Ao longo dos dois dias será abordada a evolução da música sacra desde o barroco até à atualidade, com enfoque na música para órgão, com o Professor Eugénio Amorim, da Escola Superior de Música de Artes do Espetáculo do Porto.

O programa contempla também uma masterclass de órgão, sob orientação de João Santos, organista titular da Sé de Leiria e vencedor do Concurso Nacional de Composição de Mafra, e um concerto comentado, de alunos e professores, onde se dará a conhecer as características estilísticas da composição para este tipo de instrumento e as especificidades do órgão de Arouca.

Decorrerá ainda um workshop de leitura de partituras a partir de manuscritos do espólio musical do Mosteiro de Arouca e, com base nas partituras compiladas para as orações da Festa de Santa Mafalda, de um antifonário do início do século XIX, será dinamizado um coro, aberto à participação de todos. As peças serão apresentadas num concerto final.

A participação na I Bienal de Organistas no Mosteiro de Arouca é gratuita e de inscrição obrigatória. A inscrição deverá ser efetuada através de formulário próprio ou através dos seguintes contactos: margarida.rocha@cm-arouca.pt / 256 136 576.

13 de julho (sábado)

10h30 (12h30) | Sessão de abertura | (Check-in a partir das 10h)

– Margarida Belém, Presidente da Câmara Municipal de Arouca

– Ivo Brandão, Coordenador Científico

10h45 | Conferência “A Música Sacra, do Barroco à atualidade: um percurso histórico a partir da música para órgão” | Eugénio Amorim, Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto | Cadeiral do Mosteiro de Arouca

14h30 (16h30) | MasterClass de Órgão | João Santos, Sé de Leiria | Coro alto do Mosteiro de Arouca

16h30 (17h) | Concerto | João Santos, Sé de Leiria | Participantes da MasterClass | Cadeiral do Mosteiro de Arouca

14 de julho (domingo)

14h30 (16h) | Leitura de Manuscritos | Ateliê de Música “Cântico de Vésperas” | Coro alto do Mosteiro de Arouca

16h (17h) | Concerto Comentado “Órgão de Tubos do Mosteiro de Arouca” | Apresentação do resultado do ateliê de música “Cântico de Vésperas” | Cadeiral do Mosteiro de Arouca

18h30 (19h30) | Concerto “Estrelas e Pedras” (Música Medieval) | Integrado na Programação do Cistermúsica 2019 – Festival de Música de Alcobaça | Cadeiral do Mosteiro de Arouca

19h30 | Encerramento | Cadeiral do Mosteiro de Arouca. CMA

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.