XXX Jornadas Culturais de Arouca assinalaram inauguração do restauro do altar-mor da Igreja de S. Miguel de Urrô

Fotos: Carlos Pinho

Decorreu no passado dia 30 de junho, as XXX Jornadas Culturais de Arouca, um evento organizado pelo Grupo Coral de Urrô, com o apoio da Câmara Municipal de Arouca, Junta de Freguesia de Urrô e C.C.A.M. Arouca e Paróquia de Urrô.

Estas jornadas assinalaram a inauguração do restaurado do Altar-Mor da Igreja de S. Miguel de Urrô, com um concerto junto ao altar, protagonizado pelo maestro e organista Paulo Bernardino e pela violinista Cristiana Veiga, sendo que depois se juntaram o Grupo Coral de Urrô, o Chorus Cherubin e os alunos da Escola de Música do Grupo Coral de Urrô. Seguiu-se depois, no Adro da Igreja, o Concerto de Verão, com os mesmos grupos.

Hallelujah (de Leonard Cohen), Super Trouper (dos ABBA), Queda do Império (de Vitorino), Ave Maria, Regina Coeli (de D. Pedro de Cristo) e Aleluia (de Handel – Canon) foram algumas das músicas apresentadas pelo Grupo Coral de Urrô tanto no interior, como no exterior da Igreja.

Estiveram presentes Margarida Belém, presidente da Câmara Municipal de Arouca; Geraldo Campas, presidente da Junta de Freguesia de Urrô e membros da Comissão Paroquial, bem como as técnicas responsáveis pelo restauro do altar.

Em declarações ao DISCURSO DIRECTO, António Teixeira, vice-presidente do Grupo Coral de Urrô afirmou que o altar “já não apresentava condições de segurança, estando mesmo em perigo de ruir”, pelo que se impunha uma intervenção, que foi levada a cabo pela empresa Porto Restauro.

XXX Jornadas Culturais de Arouca assinalaram inauguração do restauro do altar-mor da Igreja de S. Miguel de Urrô

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.