“Retratos do Barroco” regressam ao Mosteiro de Arouca

Tem início amanhã, dia 12 de julho, e prolonga-se até ao dia 17, a segunda edição dos ‘Retrato do Barroco’. O Mosteiro de Santa Maria de Arouca abre as portas para acolher, pelo segundo ano consecutivo, os “Retratos do Barroco”, um conjunto de atividades que integram o evento “Arouca. História de um Mosteiro” e que permitirão descobrir, de forma inesperada e singular, a época barroca e os espaços de um dos mais importantes edifícios monásticos do país.

Por estes dias, o visitante terá a oportunidade de saborear a doçaria conventual, regional e alguns licores, assistir a concertos, tomar parte num jantar barroco, passar uma noite no Mosteiro e participar em workshops sobre técnicas da época, como é o caso do douramento em madeira e das velas artesanais.

Este ano, os “Retratos do Barroco” enquadram também a exposição temporária de antifonários do Mosteiro de Arouca, documentos históricos pouco acessíveis até então, e a I Bienal de Organistas, um encontro musical que decorre ‘à sombra’ de um dos mais emblemáticos exemplares da organaria ibérica, um órgão de tubos de 1743, de construção muito refinada e sonoridade única, saído das sábias mãos de Manuel Bento Gomez de Herrera.

Os “Retratos do Barroco” permitem ainda preparar e enquadrar o visitante no que irão encontrar no próximo fim-de-semana, na Recriação Histórica, que acontece de 19 a 21 de julho.

O evento conta com a organização da Câmara Municipal de Arouca, direção artística e de produção de Miguel Carvalho e os apoios da Direção Regional de Cultura do Norte, Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda de Arouca, Direção Geral de Arquivos/Arquivo Distrital de Aveiro e Casa dos Doces Conventuais de Arouca. Fique com o programa.

“Retratos do Barroco” regressam ao Mosteiro de Arouca

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.