A Inteligência Artificial nas “Conferências de Arouca”

A Inteligência Artificial e o seu impacto é o tema da “Conferência de Arouca” que o Círculo Cultura e Democracia realizará amanhã, dia 1 de junho, às 17 horas, no auditório da Loja Interativa de Turismo. Será orador o Professor Eugénio Oliveira, que tem uma carreira dedicada ao ensino e à investigação, nas áreas de Informática e Inteligência Artificial.

A Inteligência Artificial (IA) está na ordem do dia. Fala-se muito desta tecnologia, mas será que sabemos exatamente o que ela é? Até que ponto a sua influência já se faz sentir nas nossas vidas? Quais as suas realizações, promessas e perigos? Que impactos terá, ou já está a ter, na medicina, na economia, na sociedade? Irão os nossos empregos desaparecer num futuro próximo? Os algoritmos de IA emergentes tornarão melhor a nossa vida ou não? Quais os desafios e riscos éticos? E ainda… poderão as máquinas tornar-se verdadeiramente inteligentes (IA geral)? Qual será a relação homem-máquina? Estaremos a colocar a própria humanidade em risco?

São questões que nos fazem pensar e interessar pelo futuro que se está a desenhar agora com a nova era de desenvolvimento tecnológico. Por muitos considerada um avanço sem paralelo na história, é cada vez maior a influência das aplicações de IA. Simultaneamente fascinante e inquietante, a IA moldará irremediavelmente o futuro, com impacto para todos.

Eugénio Oliveira é Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). Foi criador e Diretor do Programa Doutoral em Engenharia Informática e um dos elementos fundadores do LIACC – Laboratório de Inteligência Artificial da UP, do qual também foi Diretor. Em 1983 recebeu o Prémio Gulbenkian para a Ciência e Tecnologia (ex-aequo). É membro da Comissão Científica da Fundação Gulbenkian para os Novos Talentos em IA e colaborador de várias organizações científicas internacionais. CCD

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.