No passado dia 18 de Março, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Saúde Oral a decorrer nessa semana, a Sra. Secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, esteve no Centro de Saúde de Arouca a visitar e a inteirar-se da evolução do Projeto de Saúde Oral nos Cuidados de Saúde Primários. Uma visita que também contemplou uma passagem pelo Polo Escolar do Burgo de forma a conhecer os hábitos de higiene oral ali promovidos, o importante e meritório trabalho ali desenvolvido por toda a comunidade escolar em prol da saúde oral das gerações mais jovens. Conclui-se, por isso, ser perentório exemplo do bom aproveitamento dos recursos disponibilizados pelo Estado, nomeadamente o projeto SOBE+ ao qual também Arouca soube concorrer e tirar o devido proveito, recheando a sua biblioteca escolar de importantes conteúdos didáticos, de instrução e motivação para a saúde oral das nossas crianças, o que muito nos deve orgulhar.

Naquela visita, onde esteve também presente o Bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas que acompanhei, à semelhança de anterior visita aquando da inauguração formal, pude mais uma vez comprovar e dar o devido crédito à aposta nesta valência dentro do nosso Centro de Saúde, da qual resultaram notórios ganhos em saúde para toda a população abrangida por este Projeto.

Infelizmente, para podermos chegar a Arouca vindos do Porto, mais uma vez pudemos demonstrar, junto dos Governantes e outras personalidades que nos visitaram, os difíceis acessos que Arouca continua a ter para se chegar à sede do nosso concelho, como é o caso do nosso Centro de Saúde. E ainda imaginar as dificuldades que as viaturas de bombeiros e de emergência médica sentem para poderem chegar e prestar socorro ou proceder ao transporte de doentes de Arouca para outros centros hospitalares de referência.

Quanto ao Projeto supracitado, foi unânime a aprovação da aquisição do equipamento necessário e do estabelecimento do protocolo com a Administração Regional de Saúde do Norte para que se possa disponibilizar à população de Arouca tão importante medida e, com ela, melhorar a saúde dos nossos concidadãos. Quero com isto dizer que, mais importante do que saber a quem atribuir o mérito de determinadas medidas, será sempre o bem-estar e a melhoria das condições de vida dos arouquenses o motivo que deve orientar as políticas públicas dos nossos autarcas.

O Projeto de Saúde Oral nos Cuidados de Saúde Primários no nosso Centro de Saúde é, reiteramos, um excelente exemplo de uma boa medida, bem implementada e com o devido suporte do executivo camarário. São urgentes mais exemplos deste tipo de consensos!

A propósito, e consequentemente, também a melhoria das acessibilidades deve ser matéria de amplo e alargado consenso entre as diversas forças partidárias do nosso concelho. Embora reconhecendo que o melhoramento do pavimento da estrada que liga a Ribeira a Escariz é uma melhoria, mas muito aquém do real e efetivo avanço que seria a adjudicação da denominada “mãe de todas as obras”. Na minha modesta opinião, o projeto apresentado pelo PSD Arouca de alargamento da via em apreço, poderia e deveria ter sido melhor considerado. Seria, sem dúvida, mais uma medida que beneficiaria os arouquenses, para não ficarmos mais uma vez iludidos por mais um anúncio, que afinal sofre mais um adiamento e que, mais uma vez, atrasa o desenvolvimento da nossa terra.

Texto de Artur Miler