O Município de Arouca recebeu, no passado dia 18 de março, a visita da Secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, no âmbito da celebração do Dia Mundial da Saúde Oral, que se assinalou no dia 20 de março.

A visita teve início no Polo Escolar do Burgo, onde a governante, acompanhada da presidente da Câmara Municipal de Arouca, Margarida Belém, ficou a conhecer a rotina de escovagem dos dentes e o trabalho desenvolvido no âmbito da Saúde Oral nas escolas. Seguiu-se a visita às instalações do Centro de Saúde de Arouca, com destaque para o consultório de medicina dentária.

Numa pequena intervenção, Raquel Duarte, fez um balanço da visita e do programa de saúde oral: “é um balanço extremamente positivo, conseguimos perceber que os profissionais estão satisfeitos e, sobretudo, que a população está satisfeita. A quantidade de pessoas que nunca tinha tido um cuidado de saúde e que finalmente se senta, é observado e faz tratamentos, é extremamente importante”. A governante destacou também a importância de se falar de saúde oral nas escolas: “aquilo que nós percebemos, e como se viu nesta visita, é que os cuidados começam na escola. Todo este trabalho junto das escolas, através da prática e através de jogos e brincadeiras é muito importante e saudável”.

Preocupa-nos que grande parte da população, principalmente a população mais idosa, tenha os dentes em péssimo estado e o número de pessoas que não tem mesmo dentição é extremamente preocupante, portanto temos de começar numa fase preventiva e depois temos de ter acesso fácil àquelas pessoas que precisam de tratamentos dentários”, afirmou a concluir a Secretária de Estado da Saúde.

O programa “Saúde Oral nos Centros de Saúde” teve início em Arouca em agosto de 2017. O mesmo permitiu ampliar a cobertura do Serviço Nacional de Saúde na valência de saúde oral e a sua concretização só foi possível tendo em conta o acordo de parceria formalizado entre a Câmara Municipal de Arouca e a Administração Regional de Saúde do Norte. À autarquia coube a compra e instalação da cadeira especializada e os devidos instrumentos clínicos complementares (no valor de cerca de 37 mil euros).

Até ao momento já foram realizadas 4.114 consultas e atendidas 1.522 pessoas no consultório de medicina dentária instalado no Centro de Saúde de Arouca.