Pagamento de jantar de conferência sem acordo no Executivo

Foto: CMA

Não houve unanimidade no pedido do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, E. P. E., para que, no âmbito das comemorações dos 20 anos do Hospital de S. Sebastião e dos 10 anos do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, que se realizou no Europarque, no dia 31 de janeiro, com a Grande Conferência intitulada ‘The Future of Healthcare”, a Câmara apoiasse a realização do jantar final de encerramento no Mosteiro de Arouca, para cerca de cem pessoas. O propósito visava “alargar a iniciativa a todo o território abrangido pelo Centro Hospitalar”.

Face a este pedido a Câmara deliberou por maioria, com as abstenções dos Vereadores Fernando Mendes e Vítor Carvalho (PSD) e o voto contra da Vereadora Sandra Melo, (CDS) acolher a realização do aludido jantar de encerramento, assumindo os encargos daí resultantes até ao valor máximo de 2.500 euros.

A Vereadora Sandra Melo justificou o seu voto com uma declaração. Para si “a documentação fornecida pelos serviços não indica qual o valor do apoio que a CMA daria a este evento”. Sandra Melo diria ainda que “durante a reunião, foi proposto o valor de uma comparticipação de 2500 EUR para um jantar de encerramento de uma conferência de medicina”, sendo que no seu entender “os participantes deste tipo de evento têm capacidade para pagar o jantar e a organização (pelo valor que está a cobrar online) terá flexibilidade orçamental para suportar a despesa do jantar. Adicionalmente, por experiência profissional, não é comum o financiamento deste tipo de despesas por parte dos municípios”. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.