Autarquias disputam Prémios Município do Ano

- Arouca entre as finalistas

A cerimónia de entrega dos Prémios Municípios do Ano – Portugal 2018 vai ocorrer no dia 16 de novembro, em Guimarães, estando nomeadas 35 autarquias para nove categorias e para o grande prémio final, foi anunciado na passada terça-feira.

Em comunicado enviado à Lusa, a Universidade do Minho (UMinho) refere que o concurso, por si organizado, através da plataforma UM-Cidades, e pela Câmara de Guimarães, “visa reconhecer as boas práticas de projetos implementados pelos municípios com impacto no território, na economia e na sociedade, promovendo o crescimento, a inclusão e a sustentabilidade”.

O galardão “pretende também colocar na agenda a temática da territorialização do desenvolvimento, perspetivada a partir da ação das autarquias, bem como valorizar realidades diversas que incluam as cidades e os territórios de baixa densidade nas diferentes regiões do país”, acrescenta a UMinho.

Lisboa venceu esta iniciativa em 2014, com o projeto “Há Vida na Mouraria”, sendo que em 2015 foi vencedor Vila do Bispo, com o projeto “Festival de Observação de Aves & Atividades de Natureza”. Em 2016 venceu o prémio o Fundão, com o projeto “Academias de Código”, e no ano passado Guimarães, com “Pay-as-You-Throw no Centro Histórico de Guimarães”.

Os finalistas nomeados em 2018, a 5ª edição do prémio, nas nove categorias (áreas geográficas) a concurso são Avis, Coruche, Santarém e Sines (Alentejo), Albufeira, Alcoutim e Loulé (Algarve), Cascais, Lisboa, Mafra e Sesimbra (Área Metropolitana de Lisboa), Arouca, Espinho, Gondomar e Vila Nova de Gaia (Área Metropolitana do Porto), Águeda, Mealhada, Oliveira do Hospital e Seia (Centro), Figueira de Castelo Rodrigo, Idanha-a-Nova, Lousã e Sátão (Centro com menos de 20 mil habitantes), Braga, Ponte de Lima, Viana do Castelo e Vila Real (Norte), Alfândega da Fé, Armamar, Montalegre e Valpaços (Norte com menos de 20 mil habitantes), Horta, Madalena do Pico, Ribeira Grande e Vila Praia da Vitória (Regiões Autónomas).

A cerimónia de entrega dos dez galardões a concurso está marcada para as 17h00 e será antecedida pela conferência “Como os municípios podem contratar transportes públicos e partilhados”, proferida por Robert Stussi, vice-presidente da Associação Portuguesa do Veículo Elétrico.

Esta edição contou com 56 candidaturas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.