Vereador do PSD propõe alterações na gestão de resíduos em Arouca

- Presidente da Câmara promete “uma mais eficaz gestão de resíduos”

Os ecopontos no subsolo são uma das soluções apontadas

O Vereador do PSD, Vítor Carvalho, propôs na reunião do Executivo do passado dia 2, alterações na gestão de resíduos em Arouca. Por seu turno, Margarida Belém, promete encontrar “as melhores soluções e práticas”.

Segundo regista a respetiva ata, para este autarca seria importante a Câmara estudar a “possibilidade e o custo de colocar no subsolo os «ecopontos/caixotes do lixo», com soluções onde apenas ficassem visíveis as aberturas, permitindo mesmo neste caso, que a parte dos equipamentos que ficam visíveis, possam ser «decoradas/disfarçadas», e ao mesmo tempo serem espaços onde se possam transmitir, por exemplo, mensagens de sensibilização (ao ambiente, separação do lixo)”.

Para Vítor Carvalho, “desta forma, o processo de recolha seria o mesmo, mas permitiria quer aos residentes quer aos turistas evitar o impacto visual negativo, minimizar cheiros (uma vez que não existe exposição solar direta) e em alguns casos evitar que os animais possam mexer/espalhar os resíduos”, adiantando também que “esta solução poderá ser testada (numa primeira fase), nos locais mais serranos e aldeias, onde é menos frequente a recolha e onde provavelmente é mais fácil (existe mais espaço) para o executar (por exemplo parque de campismo; ou mesmo nos passadiços)” – defendeu, ainda.

Ainda dentro deste tema, e ainda segundo o Vereador social-democrata, “seria importante, tendo em conta que o concelho é bastante disperso, estudar soluções «inteligentes» e inovadoras que forneçam e monitorizem se os caixotes do lixo estão completamente cheios, evitando deslocações desnecessárias, informando os serviços (calculando rotas) e minimizando os custos.”

Na sequência desta proposta a Presidente da Câmara, Margarida Belém, disse “que o município está a trabalhar conjuntamente com a Área Metropolitana do Porto no sentido de encontrar as melhores soluções e práticas, visando uma mais eficaz gestão de resíduos”. A edil adiantou ainda que, “em todo o caso, regista as sugestões de reforço na sensibilização que já está em curso, tendo sempre presente a necessidade de uma boa apresentação das infraestruturas existentes”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.