Decorreu esta manhã, na empresa Tecnobento, situada no Parque de Negócios de Escariz, em Arouca, o lançamento da empreitada de construção da nova Ligação Rodoviária que ligará o Parque de Negócios de Escariz, a partir da EN 326 até à A32 em Pigeiros. Trata-se de uma obra com uma extensão de 7km, que irá incluir quatro viadutos e uma ponte, bem como a criação de uma rotunda e dez restabelecimentos. A ponte será sobre o rio Antuã e terá 96 metros de extensão; e os viadutos serão em Vilarinho (574m), Monte Calvo (168m), Londral (168m) e Escariz (132m).

A empreitada insere-se no Programa de Valorização das Áreas Empresariais, terá um prazo de execução de 540 dias e significará um investimento superior a 26 milhões de euros.

Um dia feliz para Arouca”

Num discurso emocionado, Margarida Belém afirmou que “hoje é um dia feliz para Arouca e para os arouquenses. Damos mais um passo firme e decisivo para a concretização de uma missão antiga e legítima: a construção de uma via de acesso condigna. Este tem sido um processo longo, árduo, difícil e é justa esta conquista. Uma conquista de todos os arouquenses, dos nossos empresários, das nossas coletividades, dos nossos autarcas, os antigos e os atuais”, referiu a presidente da Câmara Municipal de Arouca, aproveitando para relembrar também o trabalho desenvolvido por Artur Neves, Armando Zola e Zeferino Brandão.

Já António Costa, Primeiro-Ministro, destacou a importância de dar condições à empresas para continuar a investir e sublinhou o crescimento económico de Arouca, com a redução do desemprego e o crescimento das exportações.

É uma enorme satisfação regressar a Arouca para presenciar o lançamento do concurso desta empreitada. A nossa prioridade quando tomamos posse foi desbloquear e pôr em funcionamento o Portugal 2020. Na altura, tinham sido entregues às empresas 4 milhões de euros. Hoje já foram entregues às empresas 4 mil milhões de euros. O grande investimento que estamos hoje a fazer na ferrovia é absolutamente decisivo para que as empresas tenham as melhores condições para poder exportar”, afirmou António Costa.

Ainda antes da intervenção de António Costa foi assinado o acordo de colaboração entre a Infraestruturas de Portugal e a Câmara Municipal de Arouca, com António Laranjo e Margarida Belém em representação das respetivas entidades.

Mais desenvolvimentos na próxima edição impressa