Depois de ter descrito Arouca como um concelho pobre e analfabeto, a coligação PSD/CDS volta a veicular uma mensagem falaciosa e desatualizada sobre Arouca. No âmbito da apresentação do projeto de juventude, ocorrido sexta-feira à noite, a coligação PSD/CDS disse que Arouca se encontrava em 116.º lugar na lista de melhor município para viver (Portugal City Brand Ranking). Todavia, esse era o lugar que o concelho ocupava em 2016. Este ano, subimos 11 lugares neste ranking, estando Arouca atualmente em 105.º

Importa também referir que desde que este estudo é feito, ou seja, desde 2014, Arouca subiu 33 lugares no ranking, como se pode ver na tabela abaixo, uma escalada superior a qualquer um dos concelhos vizinhos.

Se é verdade que todos os municípios vizinhos estavam em melhor posição que Arouca no ano em que o estudo começou a ser feito, atualmente o nosso concelho já ultrapassou Vale de Cambra no ranking. Há ainda que referir, a tí­tulo de exemplo, o município de Oliveira de Azeméis, visitado e elogiado pelo candidato da coligação PSD/CDS, que desde o início do ranking tem vindo a descer no mesmo.

O “Portugal City Brand Ranking” é um estudo feito pela Bloom Consulting sobre a performance de marca dos 308 municípios portugueses, nas Áreas do Turismo, Negócios e Talento, resultando de uma análise baseada em dados quantitativos estatí­sticos e digitais. É realizado, anualmente, desde 2014. 

Outro dos dados apresentados na passada sexta-feira, pela coligação PSD/CDS “Somos Arouca” refere-se ao poder de compra dos arouquenses. Na apresentação dos mesmos, a coligação mostrou Arouca como detendo o poder de compra mais baixo de entre os concelhos do Entre Douro e Vouga. E é, de facto. Mas tal como havia acontecido com o ranking do melhor municí­pio para se viver, a coligação optou por uma perspetiva enviesada dos factos, porque se tivesse comparado o poder de compra dos arouquenses, em 1993 e 2013, os dados mais recentes, teria sido forçada a reconhecer que também nesta área Arouca evoluiu de forma exponencial, muito acima dos concelhos vizinhos, apesar do avanço que estes já tinham, conforme se pode ver na tabela abaixo. Recorde-se que desde 1993 que o Partido Socialista se encontra a governar o municí­pio de Arouca.

Consideramos desrespeitoso para com todos os arouquenses, tenham eles a idade que tenham, a descontextualização dos dados apresentados e o uso de números já ultrapassados”, disse Francisco Ferreira, presidente da concelhia arouquense do PS, acrescentando: “os arouquenses merecem um debate aberto, leal, merecem que as candidaturas autárquicas sejam verdadeiras, conheçam a realidade e, conhecendo-a e não gostando da mesma, guiados por outros interesses que não o dos arouquenses, não a procurem mascarar”. “Porque falar a verdade, mostrar a verdade, isso sim é proximidade, é transparência, e é, acima de tudo, uma demonstração de um profundo respeito pelos nossos concidadãos”, acrescentou. PS Arouca