Apesar de ainda não se conhecer a maioria dos protagonistas, os partidos políticos estão já a desenvolver um intenso programa de pré-campanha, visando as autárquicas do próximo dia 1 de outubro. As edições do DD e a nossa página na internet e no facebook, dão uma ideia clara disso. A visita a coletividades e empresas têm sido privilegiadas.

A auscultação da designada “sociedade civil” tem como objetivo, segundo os promotores, não só o conhecimento da realidade mas também a recolha de contributos para os diferentes programas eleitorais. Implicitamente está também o ato de “dar a conhecer os candidatos”.

PSD já tem segundo

De recordar que até ao momento só o PSD fez a apresentação pública do candidato à presidência da Câmara: Fernando Mendes. Para breve deve estar o anúncio da coligação com o CDS-PP. Por estes dias ficou a saber-se que será Vítor Carvalho o número dois para o Executivo. Trata-se de um gestor e consultor de empresas, de 47 anos, da freguesia de Moldes, que é atualmente presidente da Assembleia Geral da AECA, em representação da empresa Arouconsult. Trata-se de alguém que não tem qualquer experiência política. Em terceiro lugar será uma mulher (também por exigência da lei) devendo a escolha recair sobre Sandra Melo, que será indicada pelo CDS-PP. A coligação procurará agora uma figura para encabeçar a lista à Assembleia Municipal, dado que o atual presidente, Elísio Brandão, não se recandidata.

PS “pesca” independentes

Tal como já avançamos há meses, a candidata do PS será a atual Vice-Presidente da Câmara, Margarida Belém, que tem assumido um protagonismo crescente na representação do município. Enquanto isso, Artur Neves encabeçará a lista à Assembleia Municipal.

O PS tenta solidificar uma estratégia, já iniciada com Armando Zola, de “pescar” independentes, sobretudo para as Juntas de Freguesia.

Sem grande implantação partidária os socialistas estão também a “bater à porta” de antigos autarcas, incluindo do PSD. É o caso de Belarmino Soares Francisco, antigo Vereador e ex-Presidente da Junta de Várzea, que deverá assim liderar uma candidatura independente a esta freguesia.

CDU na candidatura à Câmara e Assembleia e algumas juntas de freguesia

A CDU está também no terreno desenhando candidaturas à Câmara e Assembleia Municipal e a algumas juntas. Dinamizado sobretudo pelo Partido Comunista e pelo seu Coordenador, Francisco Gonçalves, a CDU voltará a tentar o objetivo de há quatro anos: eleger uma representação na Assembleia Municipal. Aliás, Francisco Gonçalves, que esteve próximo de ser eleito, tem comparecido em algumas sessões daquele órgão intervindo no período destinado ao público.